'Arte Como Respiro’ entra em sua reta final

Publicação: 2021-01-23 00:00:00
O Festival ‘Arte Como Respiro’ entrou em sua reta final. O projeto do Itaú Cultural que promoveu apresentações virtuais de artistas de todo o Brasil desde julho do ano passado, em todos os segmentos, vai encerrar sua programação musical no dia 31 de janeiro. Até lá, o público poderá uma intensa programação musical que inclui dois artistas potiguares, Eduardo Taufic, neste sábado (23), e Alan Persa, no próximo dia 30 do mês. O festival foi criado dentro da série de editais de emergência realizados pela instituição para apoiar artistas impactados pela suspensão social no contexto da pandemia.

Créditos: DivulgaçãoProgramação musical o potiguar Eduardo Taufic, neste sábadoProgramação musical o potiguar Eduardo Taufic, neste sábado

Na programação deste sábado, tem o pianista e arranjador carioca Leandro Braga, que mostrará o projeto “Suíte dos Orixás”, com ritmos brasileiros presentes nas canções “Eleguá”, “Xangô” e “Oxalá”. Com mais de 40 anos de carreira, Braga já tocou com grandes nomes da música brasileira, entre eles Ney Matogrosso, Leila Pinheiro, Milton Nascimento, Elba Ramalho, Chico Buarque. Na sequência, diretamente do Rio Grande do Norte, o compositor potiguar Eduardo Taufic tocará composições autorais de jazz e blues em performance no teclado.  Em seguida, também em apresentação solo, o multi-instrumentista catarinense Gabriel Vieira une o popular e o erudito em suas canções “Loop Insight”, “The Confinament” e “Prelude to Origin”.

No próximo sábado, dia 30, o compositor mineiro Maurício Tizumba chega com os ritmos da música afro brasileira nas canções “Terra de montanha”, “Sá Rainha” e “A Criação”. Em seguida, a cantora Lia Maia, atuante no cenário musical de Fortaleza, traz consigo a importância do levante da voz feminina, inspirada no fascínio da voz das cantoras da Era do Rádio. Ao som do samba, a artista cearense entra com suas canções “Barriga Cheia”, “Sorte” e “Caô”. 

Encerra a noite, o compositor potiguar Alan Persa ao som do rock acústico e reggae com suas canções autorais “Um livro sem final”, “Permita-se” e “O que é que tem”.

Serviço:
Festival Arte Como Respiro – Edição Música. Até 31/01, sempre às 20h. 
Os pocket shows podem ser vistos no site. 







Leia também: