Ata do Copom x inflação

Publicação: 2011-07-29 00:00:00
Ata do Copom x inflação

A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom),  vê incertezas no exterior e um cenário melhor para inflação no Brasil. Diz o documento: “O Copom reconhece um ambiente econômico em que prevalece nível de incerteza crescente e acima do usual, e identifica riscos à concretização de um cenário em que a inflação convirja tempestivamente para o valor central da meta”. Nesta reunião, a taxa Selic foi elevada em 0,25 ponto percentual, para 12,50% ao ano. O Banco Central também deixou a porta aberta para interromper o processo de ajuste do juro básico. Uma perspectiva positiva.

Inflação O IGP-M, índice aplicado aos reajustes de contratos, como o aluguel, caiu 0,12% em julho, queda menor do que o recuo de 0,18% verificado um mês antes. Em 12 meses o IGP-M acumula alta de 8,36%, e no ano a taxa avançou 3,03%. Já é um bom sinal para a taxa anual ficar abaixo dos 6%. 

Aumento

A indústria quer aproveitar o aquecimento das vendas no segundo semestre e aumentar os preços dos eletrodomésticos, já a partir de agosto. A venda de lavadoras, fogões e geladeiras desacelerou no primeiro semestre e os fabricantes reviram metas de 2011 para baixo. Querem repor o aumento de custos com mão de obra e matérias-primas, como aço e plástico.

Repasse

A terceira parcela do Fundo de Participação dos Municípios, de julho, registra aumento de 47% e será creditado hoje, nas contas das prefeituras. O  FPM o mês de julho registra um acréscimo de R$ 574 milhões, fechando um total de mais de R$ 5 bilhões repassados, o que tornou possível uma recuperação do Fundo, que projeta para este mês um aumento de 47% em relação ao mesmo período de 2010.

Turismo Um workshop promocional do Rio Grande do Norte para agentes de Minas Gerais, na próxima quinta-feira (4), em Belo Horizonte, terá a presença de 40 hoteleiros do RN. A ABIH-RN promove o Workshop de Quarenta empresas, entre hotéis, flats, pousadas e city tour, além da Prefeitura de Tibau do Sul e da Abrasel/RN.

1 As boas safras derrubam os preços de arroz e feijão, prato típico do brasileiro. De janeiro a junho, o feijão teve o preço reduzido em 22,53%, enquanto o arroz caiu 14,34%. O quilo do feijão, que no início do ano chegou a ultrapassar os R$ 3, agora custa pouco mais de dois reais, detecta Ricardo Sobral, executivo da RedeMais. Assim como o feijão e o arroz, o leite teve queda de 4% em Natal. 

2 O Sebrae Nacional prorrogou o prazo para inscrição em processo seletivo, para 1º de agosto. São sete vagas  para o cargo superior, com salários de R$ 4.287,93 a R$ 8.913,79. E, até domingo (31), estão abertas as inscrições da 2ª edição do Prêmio Educação Empreendedora Brasil, promovido pelo Sebrae em parceria com a organização internacional Endeavor, para professores.

3 Fechada uma parceria para construção de edifícios residenciais de alto padrão entre a Moura Dubeux e a Haroldo Azevedo Construções. Os prédios serão construídos em Areia Preta, com um apartamento por andar, de 290 m² e, em Lagoa Nova. Presentes na assinatura dos contratos os empresários Gustavo e Aluízio de Moura Dubeux, Fernando Amorim, Haroldo Azevedo e Carlo Frederico. Gabriel Ribeiro assessorou as negociações.

Aviação O crescimento da economia e da renda da população, levou o Brasil a liderar o crescimento do transporte aéreo doméstico no mundo. Segundo a Iata, em junho, o número de passageiros nos voos aéreos no Brasil aumentou 15,1%, o maior nível globalmente. Mas ficou abaixo dos 25,2% de alta ocorrida em maio.

Mais otimistas

O otimismo do brasileiro aumenta após dois meses de estabilidade, diz a pesquisa da CNI, divulgada ontem, no mesmo rumo da pesquisa divulgada terça-feira pela Fundação Getúlio Vargas. O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor, aumentou 1,3% em relação ao mês anterior, movido sobretudo pela estabilidade na inflação. “O crescimento do índice em julho foi causado principalmente pela redução da preocupação dos consumidores com o aumento da inflação”, explica o economista da CNI, Marcelo Azevedo.

Remédio Vem aí mais uma grande fusão no país. Agora no segmento varejista farmacêutico. As redes de drogarias Raia e Drogasil afirmaram que estão em negociação, o que pode provocar  consequências no mercado farmacêutico e aos consumidores.

Marca A diretoria da Eugenio Marketing Imobiliário diz estar consolidada no Nordeste e prevê para 2011 campanhas de lançamentos de cerca de R$ 2 bilhões em VGV, incluindo Natal. A empresa, especializada em propaganda e marketing para o setor imobiliário, registrou um crescimento no faturamento de 33% no primeiro trimestre em relação a igual período de 2010.

Franquia A Charanga, grife espanhola de moda infantil, chega ao Brasil com expectativas em relação ao projeto de expansão pelo país através de franquias e lojas próprias. A marca tem mais de 230 lojas espalhadas pelo mundo e em setembro inaugura sua primeira loja no Brasil. A Charanga abre as portas para franqueados e acredita em 15 novas lojas só em 2011.

Artesanato O Sebrae vai capacitar artesãos com foco na Copa de 2014. A instituição também vai apoiar a instalação de “showrooms” exclusivos durante o evento esportivo. Os artesãos brasileiros vão ter direito a uma parcela dos R$ 180 bilhões que devem circular na economia brasileira com a Copa do Mundo.