Cookie Consent
Internacional
Ataque nos EUA: Suspeito planejou ataque por semanas e fugiu vestido de mulher
Publicado: 00:00:00 - 06/07/2022 Atualizado: 22:41:31 - 05/07/2022
O homem detido pela polícia após a morte de seis pessoas em um desfile de 4 de Julho em Highland Park, no subúrbio de Chicago parecia ter passado semanas planejando o ataque e usava roupas femininas durante sua fuga, disseram autoridades ontem. Segundo a polícia, ele disparou mais de 70 vezes contra a multidão.

NAM Y. HUH/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO


O porta-voz da polícia do Condado de Lake, Christopher Covelli, disse que o homem havia comprado seu fuzil legalmente na área de Chicago. Ele tinha outro fuzil em seu carro quando foi detido na noite de segunda-feira, cerca de oito horas após o ataque, disse o chefe.

Mais de 30 pessoas ficaram feridas no massacre, que segundo a polícia, parece ter sido aleatório, sem indicação de que as vítimas tenham sido atacadas por causa de raça ou religião.

O ataque aconteceu minutos depois do início de um desfile de 4 de Julho, com músicos e políticos desfilando pela rua, enquanto espectadores perceberam que o barulho de um telhado próximo não era de fogos de artifício, mas um fuzil de alta potência atirando na multidão.

A chacina colocou a polícia em uma ampla caçada ao homem, e forçou os moradores a se abrigarem durante grande parte do dia e levou as cidades vizinhas a cancelarem seus eventos do feriado. Cerca de oito horas depois, a polícia disse ter detido Robert Crimo III, 21 anos, descrito como uma pessoa de interesse. (A polícia havia dito originalmente que Crimo tinha 22 anos, mas corrigiu isso na terça-feira.)

Covelli disse que os investigadores estavam revisando vídeos postados online por Crimo, e estão "em discussões" com ele enquanto ele permanece sob custódia policial. "Neste momento, não desenvolvemos um motivo", disse. Crimo ainda não foi acusado formalmente do ataque.

O DNA obtido de do fuzil encontrado no local do ataque desempenhou um "papel vital" na identificação do suspeito, de acordo com Christopher Covelli. O Escritório de Álcool, Tabaco, Armas de fogo e Explosivos conduziu um "rastro rápido" do DNA retirado. No momento do ataque, Crimo se vestiu com "roupas femininas" para esconder suas tatuagens faciais e outras características potencialmente identificáveis, levou um fuzil de alta potência para a celebração e subiu uma escada de incêndio até o telhado de um prédio próximo, disse a polícia.

Crimo então escapou, largando o fuzil e se misturando com os participantes do desfile em fuga enquanto caminhava para a casa de sua mãe nas proximidades, disse as autoridades. Ele teria emprestado o carro dela e estava dirigindo para o sul quando os policiais o prenderam durante uma batida de trânsito, disse a polícia.

Mais cedo, a prefeita de Highland Park disse que o suspeito obteve sua arma legalmente. Mais tarde, em coletiva de imprensa, a polícia informou que as duas armas encontradas foram obtidas de forma legal na área de Chicago. Crimo executou seu ataque em um estado que tem algumas das leis de armas mais duras do país. No estado de Illinois é necessário possuir uma autorização e uma verificação de antecedentes para comprar armas de fogo. A compra é vetada para menores de 21 anos.

As autoridades podem revogar a licença de qualquer pessoa condenada por agressão doméstica e uma série de outros crimes graves. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte