Aumenta número de casos suspeitos no Estado

Publicação: 2019-10-18 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O número de casos suspeitos de sarampo aumentou no Rio Grande do Norte. De 47 casos, no último boletim divulgado pela Sesap, no dia 2 de outubro, o quantitativo subiu para 82. O número de casos confirmados não se alterou, permanecendo em quatro. O contingente de cidades afetadas também subiu: de 13 para 22 municípios.

Dos notificados, quase metade corresponde a crianças entre meses de vida e até quatro anos de idade. São 33 casos, o que corresponde a 40% do total.

De acordo com a Sesap, a 7ª Região (Metropolitana de Natal) e a 4ª (Região de Caicó), apresentam os maiores índices de casos suspeitos. Destacam-se os municípios de Natal e Currais Novos, com 31 e 18 casos, respectivamente.

No tocante aos confirmados, eles estão concentrados em quatro cidades: Natal, Macaíba, Extremoz e Tibau do Sul. A doença não era registrada no Rio Grande do Norte desde o ano 2000.

O aparecimento do primeiro caso aconteceu no dia 26 de agosto, quando um professor de 54 anos contraiu o vírus. Ele foi a São Paulo, estado com maior incidência da doença, entre os dias 7 e 11 de julho. Os outros são de uma criança de seis anos no município de Macaíba e outra de um ano e seis meses em Tibau do Sul.

O retorno da doença no Brasil fez com que o Ministério da Saúde ampliasse a faixa etária da vacinação. Crianças de 6 a 11 meses e 29 dias precisam receber a chamada “dose zero”, que não é contabilizada no calendário de vacinação das crianças nessa faixa etária. Isto significa que os pais ou responsáveis também deverão levar os pequenos aos postos de saúde para receber a tríplice viral aos 12 meses e aos 15 meses para aplicação do reforço com a tetraviral.

As ações de bloqueio também continuam sendo feitas. A orientação do Ministério da Saúde é que, em caso de notificações de casos de sarampo, é preciso vacinar todas as pessoas que tiveram ou tem contato com a doença em até 72 horas.

Brasil
O Brasil registrou 6.192 casos confirmados de sarampo em 20 estados, nos últimos 90 dias, de acordo com o novo boletim epidemiológico do Ministério da Saúde. Do número total de casos, 20.175 estão em investigação e 11.185 foram descartados. O estado de São Paulo concentra 96% com casos confirmados em 192 municípios. Foram confirmados 13 óbitos, sendo 12 em São Paulo e um no estado de Pernambuco.

São Paulo registrou (5.950), seguido do Paraná (59), Rio de Janeiro (43), Pernambuco (34), Minas Gerais (30), Santa Catarina (16), Rio Grande do Sul (12), Paraíba (8), Bahia (8), Ceará (5), Maranhão (4), Rio Grande do Norte (4), Goiás (4), Distrito Federal (3), Piauí (3), Mato Grosso do Sul (2), Espírito Santo (2) Alagoas (1), Distrito Federal (3) e Sergipe (1).

Em relação aos óbitos, foram confirmados 13 mortes por sarampo, sendo 12 no estado de São Paulo e um no estado de Pernambuco. Sete óbitos (53,8%) ocorreram em menores de cinco anos de idade, dois (15,4%) na faixa etária de 20 a 39 anos e quatro (30,8%) em adultos maiores de 40 anos. Sete casos eram do sexo masculino, apenas um caso era vacinado contra o sarampo.

Números
82 é o número atual de casos suspeitos do sarampo no Rio Grande do Norte.

22 municípios abrangem os casos suspeitos que estão em investigação atualmente no RN.

33 casos investigados são de crianças até quatro anos de idade.







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários