Viver
Banda Thee Automatics lança nesta sexta (17) a apresentação do vídeo 'Live at the tower'
Publicado: 00:00:00 - 16/09/2021 Atualizado: 21:50:21 - 15/09/2021
Tádzio França
Repórter

Visão panorâmica, arquitetura futurista, e som no talo: a banda Thee Automatics, do alto da torre projetada por Oscar Niemeyer, o “Olho da Cidade”, no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, gravou o vídeo “Live at the tower”, uma apresentação exclusiva de 55 minutos, que será lançada nesta sexta-feira (17), no canal da produtora Mudernage no Youtube. A veterana 'guitar band' potiguar, que tem nada menos que 19 discos no currículo, pinçou dez canções (e uma surpresa bônus)  para sonorizar essa ação. Haverá também um lançamento presencial – para público limitado e vacinado – no Seburubu, às 19h. 

Divulgação
Para a apresentação gravada no Paruq da Cidade, a banda do Rio Grande do Norte montou um formato de quinteto

Para a apresentação gravada no Paruq da Cidade, a banda do Rio Grande do Norte montou um formato de quinteto


A apresentação foi gravada entre julho e agosto, com patrocínio da Lei Aldir Blanc, e autorização da Funcarte para uso da torre como cenário. “Live at the tower” é o único registro de uma apresentação filmada com qualidade, em toda a carreira da banda, que já tocou em  festivais como MADA, Suado e Dosol (RN), Mormarço (PB), e eventos como Dia do Rock (SP) e Coquetel Molotov (PE). Thee Automatics estão na estrada da cena alternativa potiguar há 20 anos. 
Para a apresentação gravada, a banda montou um formato quinteto, com direito aos 'guitar heroes' Adriano Azambuja e Dimetrius Ferreira como convidados. Entre as composições registradas, houve espaço para a inédita “Aliens and satellites”, e uma bonus track. Segundo Alexandre Alves, frontman do grupo, mesmo restritos a poucas canções, foi possível fazer um apanhado representativo do que foi gravado entre 2001 e 2010, e de 2011 em diante. 

Outro fator que determinou o repertório, foi a falta de espaços em estúdio para ensaiar em Natal, já que a pandemia fechou quase todos. “Sem muito ensaio,  tivemos que apostar em tocar aquilo que estava mais afiado na nossa memória musical. E deu certo”, conta Alexandre. Musicalmente, eles entregam o que se espera dos Automatics: guitarras distorcidas e com efeitos, vocais melódicos (em inglês) e canções com refrões bem presentes, flutuando naquilo que a crítica chama de indie rock/alternativo – e Alexandre prefere chamar de “noise pop”. 

Luz natural 
Para a filmagem, não foi usada uma lâmpada sequer. Toda a iluminação é natural, projetada das imensas janelas da torre futurista. A banda foi obrigada a calcular a presença do sol e seus horários. O ambiente interno, minimalista, também funcionou para integrar a performance. A fotografia em preto e branco do vídeo, harmonizou. 

Até o  (grande) tamanho do local, que provoca muito eco, combinou com os efeitos de reverberação que a banda usa em sua música. “Pensaram até que o volume do nosso som poderia danificar a torre, o que não aconteceu, claro. Nossa música tem mais médios e agudos do que graves”, brinca o músico. 

O “show da torre” não ficará apenas no vídeo. Segundo Alexandre, parte do material será usado para um disco de vinil (colorido), que já está na fábrica e em breve sairá do forno. Será um disco de 10 polegadas com oito canções. A coletânea abrange músicas gravadas entre 2011 e 2021.  

O vídeo e o vinil fazem parte do “canto do cisne” indie dos Automatics, que foi estendido pela pandemia. A banda já havia decretado o fim das atividades em 2020, e estava em plena turnê de despedida, quando a Covid-19 silenciou tudo em volta. Ironicamente, a pandemia deu uma “sobrevida” à banda, que assim que for possível, já tem apresentações garantidas em Natal, Mossoró e João Pessoa (PB). Mas Alexandre ressalta novamente a saída de cena. “Eu acredito que já demos nosso recado. São quase 200 canções gravadas. Chegou a hora de encerrar”, conclui. 

Serviço:
 Lançamento de “Live at the tower”, do Thee Automatics. Sexta-feira, no canal da Mudernage no Youtube. Presencialmente, às 19h, no Seburubu (só com comprovação de vacina). 








Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte