Bandido é espancado e morto em tentativa de assalto na Ribeira

Publicação: 2018-10-11 14:57:00 | Comentários: 0
A+ A-
Após assaltar um ônibus, um bandido morreu na tarde desta quinta-feira, 11, ao ser espancado por populares no bairro da Ribeira, na zona Leste de Natal. Apesar de encontradas três perfurações em seu corpo (duas na cabeça e uma nas costas), apenas a perícia do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) dirão se a morte do homem, ainda não identificado, foi causada por tiros.

Morte aconteceu após tentativa de assalto
Morte aconteceu após tentativa de assalto

O criminoso, ainda não identificado, era mais um passageiro da linha 20, que faz a percurso entre os bairros de  Cidade da Esperança e a Ribeira, até anunciar o assalto. De acordo com o motorista do ônibus, que não quis se identificar, o assaltante portava uma pistola e a utilizou para ameaçar os passageiros e recolher os seus pertences.

Quando o ônibus estava na descida da Av. Rio Branco, o bandido deu ordem ao motorista para desviar do trajeto original, deixando de acessar a lateral do Teatro Alberto Maranhão para, logo após, parar nas proximidades da “Rodoviária Velha”. O condutor não só desobedeceu a ordem, como também abriu as portas do veículo para que os passageiros, assustados, pudessem fugir. Na ação, uma mulher ficou ferida ao cair do veículo. De acordo com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), ela sofreu uma fratura exposta em um dos tornozelos. Outra mulher, também passageira, teve escoriações nos joelhos ao cair em fuga do ônibus.

Com o veículo parado e já em posse dos pertences dos passageiros, o criminoso também fugiu em direção ao bairro das Rocas. Nas proximidades do prédio da STTU, foi alcançado por populares, que o arrastaram por dois quarteirões até a rua General Glicério. No local, próximo a um local onde a população deixa lixo, o bandido foi morto. Seu rosto tinha sinais de violência e o corpo apresentava perfurações, dando a crer que foi atingido. De acordo com o Delegado Rysklyft Factore, da Divisão Especializada em Homicídios e Proteção à Pessoa, não foi encontrada nenhuma arma com o bandido, o que pode significar que a pistola que ele apresentava foi levada durante o espancamento. Apenas a perícia do Itep pode confirmar oficialmente a causa da morte do assaltante.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários