Bandido faz refém em loja na Cidade Alta e é preso

Publicação: 2017-03-20 11:51:00 | Comentários: 0
A+ A-
Após assalto, um bandido fez uma mulher refém em uma loja na avenida Ulysses Caldas, na Cidade Alta, no fim da manhã desta segunda-feira (20). O criminoso exigiu a presença da imprensa para se entregar. Ao todo, dois criminosos foram presos. Ninguém se feriu durante a ação. 
Criminoso foi preso após fazer mulher refém em loja na Cidade Alta
Na tentativa de um assalto, os bandidos invadiram uma loja na avenida Ulysses Caldas. Segundo populares, todos são conhecidos na região por realizarem crimes. Testemunhas relataram que os homens invadiram uma laboratório de lentes, exigindo pertences das vítimas. Neste momento, eles fizeram uma mulher refém. 

"Eles entraram e exigiram a chave do carro e o celular da gerente. Foi um assalto premeditado, porque eles sabiam exatamente o que roubar e onde estava cada coisa", disse uma das vítimas, que pediu para não ser identificada. 

Criminoso ameaçou mulher com arma na cabeça
A Polícia Militar do Rio Grande do Norte iniciou a negociação com os dois que estavam no interior da loja. Um se entregou rapidamente, enquanto o outro, que estava com uma arma apontada para a cabeça de uma mulher, exigia a todo momento a presença da imprensa para se entregar. "Aponta a câmera pra cá, mostra a gente", gritou um dos bandidos, que pedia paciência à polícia. 
Outro bandido se entregou logo após a chegada da Polícia Militar
Quando ele viu que já havia profissionais de imprensa no local, ele disse que se entregaria, mas permaneceu fazendo exigências para garantir a integridade física. Enquanto isso, uma arma seguia apontada para a cabeça da refém.

Poucos minutos após garantir que a mídia estava no local, o criminoso, que negociava a rendição com policiais do Bope, largou a arma e se entregou à Polícia. A população que estava no local aplaudiu a polícia e tentou agredir o criminoso, mas ele foi levado no camburão sem ferimentos.


Atualizada às 12h56.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários