Viver
Beco da Lama recebe festival gastronômico
Publicado: 00:00:00 - 26/11/2021 Atualizado: 21:36:41 - 25/11/2021
O Pratodomundo, festival gastronômico do Beco da Lama, já está em andamento com seus sabores de boemia e tradição na Cidade Alta. A 14ª edição do evento está com um número recorde de estabelecimentos: 14 bares e restaurantes das adjacências estão participando, cada qual como um prato especialmente criado para a ocasião. Além das degustações, há shows musicais aos sábados, oficinas e palestras. Neste ano, o festival celebra as raízes indígenas da culinária potiguar. O banquete seguirá até 10 de dezembro. 

Divulgação
Os petiscos elaborados são destaque no festival gastronômico

Os petiscos elaborados são destaque no festival gastronômico


“Ficamos surpresos com o número de inscritos para participar em 2021, mesmo com a economia abalada pela pandemia e o Beco fechado para reforma”, afirma Alexandre Gurgel, coordenador técnico do evento. Ele ressalta também a surpresa positiva na qualidade dos pratos criados pelos participantes. “O pessoal caprichou na criatividade, sem deixar de seguir as regras quanto aos ingredientes sugeridos,  de referência indígena”, diz. 

Todos os pratos devem ter no mínimo quatro ingredientes que foram trabalhados pelos indígenas na cozinha local, como a mandioca e seus derivados; feijão verde; milho; batata-doce; pimentas nativas, e frutos do mar em geral. O Pratodomundo 2021 também está homenageando duas cozinheiras históricas da cidade: a Comadre, da Peixada, e Odete, uma personagem icônica do Beco da Lama. 

Pelas 14 casas participantes, os bons de garfo terão as seguintes opções: o bolinho de siri do Cida Bar; camarão Ananás no Bar do Galo; caldo de ova de peixe do Bar do Naldo; camarão crocante ao creme de jerimum, no bar Encontro dos Boêmios; o Borogodó vem com o sugestivo “Armaria!”; o Bardallos com os “sinos da maré”; a City Pizzaria com as “mil e uma maravilhas”. 

O Laricão Roots indica uma tapioca recheada com camarão; o Rocket Bar está com um “tapirá”; o restaurante Seridó está servindo carne de caranguejo na barquinha de tapioca; o Bar de Nazaré vem com o camarão a Olavo; no Bar do Pedrinho tem o “baião do mar”; no bar e restaurante do Floriano a dica é o filé de tilápia ao molho de camarão com macaxeira frita ou cozida; e no Bar da Penelope, tem o “sambó”. Todos os petiscos têm o valor máximo de R$15.
 
Alexandre Gurgel destaca ainda o ciclo de palestras sobre cultura indígena. A próxima será dia 02/12, com Aucides Sales, historiador e professor especialista   no assunto. O encontro terá transmissão online no canal da Showtime Vídeos no Youtube. Alexandre também ministrará no dia 04/12 uma oficina gastronômica no Sebo Balalaika, ensinando a fazer um camarão à potyguara. Terá show de Joca Costa e Eliana. Na trilha sonora deste sábado (27), a partir das 17h, apresentações de Jamilly Mendonça com participação do grupo Gente Nossa; Yrahn Barreto, e banda Fuxico de Feira. 

Serviço:
14º Pratodomundo, Festival Gastronômico do Beco da Lama. Até 10/12, na Cidade Alta. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte