Bira Marques pede união no ABC

Publicação: 2020-04-09 00:00:00
A+ A-
Em carta aberta no site oficial do clube, o agora presidente do ABC Bira Marques, comunicou que está assumindo o desafio de comandar os destinos do Alvinegro e conclamou a todos para marcharem unidos na tentativa de superar essa, que é apontada a maior crise da história centenária da agremiação. O próximo passo do novo presidente será definir o nome daqueles que irão compor sua equipe de trabalho.

Créditos: ANDREI TORRESEm carta, Bira Marques prometeu fora de trabalho, dedicao e amor ao Alvinegro, no mandatoEm carta, Bira Marques prometeu fora de trabalho, dedicao e amor ao Alvinegro, no mandato


“Hoje estou assumindo o enorme desafio de presidir o maior clube de futebol do Rio Grande do Norte. Sei que a responsabilidade é imensa, mas conto com a união de todos os abecedistas para enfrentarmos as inúmeras dificuldades e desafios que virão pela frente”, destacou o dirigente. “Não me faltará força de trabalho, dedicação e amor ao clube. Darei o melhor de mim, sempre com o propósito de acertar nas tomadas de decisão junto com a diretoria e Conselho Deliberativo”, prosseguiu.

Ciente das dificuldades que o seu antecessor no cargo vinha enfrentando para aprovar algumas medidas de contensão de despesas no conselho deliberativo, Bira deixou claro que espera viver um período de paz no clube, ele acenou com a possibilidade de conciliação entre todas as correntes existentes do ABC.

“Espero contar com a irrestrita colaboração e apoio de todos que fazem o ABC: Conselho Deliberativo, diretores, sócios, funcionários, colaboradores e, principalmente, da sua imensa e apaixonada torcida, maior patrimônio do clube. Seremos todos responsáveis em colocar o Mais Querido de volta ao caminho do crescimento, da grandeza e das vitórias”, reforçou.

O presidente do conselho deliberativo, Cláudio Emerenciano, também aguarda por dias melhores e de união. Ele está confiante de que o novo homem forte abecedista, com uma visão mais empresarial, consiga recolocar o clube nos trilhos.

“Assumindo a presidência de forma definitiva, Bira Marques deve apresentar um plano de trabalho e definir sua nova equipe. Ainda é prematuro falar em nomes, mas sei que terá condições de trazer muita gente boa para ajudar na tarefa que é administrar um clube do porte que o ABC possui. O presidente também vai precisar de muito apoio e, no que depender de mim, terá no conselho deliberativo”, garantiu Emerenciano. Bira Marques herda um clube com uma dívida que beira os R$ 35 milhões e com problemas avolumados na justiça trabalhista, devido aos quais, todos os bens do clube se encontram indisponíveis. 

Dar rumo a essa questão trabalhista é o principal desafio de Bira, no sentido de evitar que o estádio Frasqueirão, dado em garantia ao pagamento das questões trabalhistas, não corra o risco de ir a Leilão. Recentemente o juiz Michael Knabben negou uma revisão dos acordos já realizados, solicitada pela diretoria abecedista. 

O magistrado não levou em consideração a alegação da dificuldade do clube provocada pela paralisação do futebol, ante a pandemia do coronavírus e, na alegação final, aconselhou a cúpula alvinegra a avaliar melhor a possibilidade de liberar a venda de uma parte dos bens para quitar as questões trabalhistas.