Bloquinhos fazem a festa nas ruas de Natal; veja programação

Publicação: 2020-02-18 00:00:00
A+ A-
Ramon Ribeiro
Repórter

É nos blocos de rua que está a alma do carnaval. É também onde se pode ver até onde vai a criatividade dos foliões. Dentro do processo de retomada do Carnaval de Natal, a cidade tem ganhado cada vez mais blocos. As propostas são as mais diversas, e os nomes, um mais engraçado que o outro. Para não deixar o folião perdido, a TRIBUNA DO NORTE lista aqui alguns blocos pra se chegar junto.

Créditos: DivulgaçãoBloco Se Parar eu Caio terá programação aberta com um cortejo de grupos culturais e baile fechado no Clube de RadioamadoresBloco Se Parar eu Caio terá programação aberta com um cortejo de grupos culturais e baile fechado no Clube de Radioamadores

A semana gorda do Carnaval de Natal começa já nesta terça-feira (18), com o bloco “Se Parar Eu Caio", que desfila pelo bairro de Petrópolis. A concentração será a partir das 17h, no Largo do Atheneu, com apresentação de Leandro (O Homem banda), cortejo de grupos folclóricos. O trio pranchão com o Frevo do Xico levará os foliões até o Clube de Radioamadores para os shows de Márcia Freire e Banda Rojão – acesso apenas para quem adquiriu a camisa do bloco.

Na quarta-feira (19), a folia continua com o “Bloquinho de Carnaval", saindo do Clube dos Oficiais da Polícia Militar (Tirol), às 18h, com as atrações Banda de Frevo, Radamés e Banda e Gota Elétrica. Também na quarta tem o bloco “Bora Bola", fechando o calendário das prévias. A concentração é na Praça das Flores (Petrópolis), às 18h, com a Orquestra Banda do Negão.

A abertura oficial do Carnaval de Natal é na quinta (20), quando todas as atenções se voltam para o palco no Largo do Atheneu, onde se apresentam Iza, Lia de Itamaracá e Jaina Elne, a partir das 19h.

Petrópolis pode ser apelidado de “Pólo da Lei Djalma Maranhão”, porque é onde se concentra grande parte dos blocos viabilizados por renúncia fiscal da prefeitura: Grandes Carnavais, Maluco Beleza, “Bloco do Abraço -  Folia Especia”, Submarino Amarelo, Muitos Carnavais.

Na sexta (21), o Maluco Beleza estreia no carnaval saindo do bar Letra & Música, às 16h, puxado por uma banda que só toca Rauuuul. No sábado (22), outra estreia. O “Bloco do Abraço -  Folia Especial”,  saí às 16h, também do Letra & Música.

Ainda no sábado, uma novidade. O Goiamum, o bloco das fantasias de cinema, brinca pela primeira vez em Petrópolis. A concentração é às 17h, no Bar do Brás. Segundo uma das organizadoras, Keila Sena, migrar de Ponta Negra para Petrópolis se deve ao perfil da programação oficial daquele dia (Orquestra Greiosa, Dusouto, Duda Beat), mais a cara dos foliões.

Keila acredita que o Oscar desse ano pode render boas fantasias. “Soube de uma amiga que pretende ir vestida da diretora Petra Costa (Democracia em Vertigem)”, diz a organizadora. “Vamos inclusive fazer uma campanha para que os realizadores locais levem os cartazes de seus filmes, aproveitando a oportunidade pra dar visibilidade ao cinema potiguar neste carnaval”.

Rocas
Tradicionalmente o bairro das Rocas se engaja todo no desfile das escolas de samba, em especial,  Balanço do Morro e a Malandros do Samba. Mas neste carnaval 2020 o bairro aparece com uma agitada movimentação de blocos de rua, com destaque para “As Guerreiras”, com saída na sexta-feira (21), às 19h, da Rua Pereira Simões. Mas nos dias seguintes desfilam “Tô dentro da 3ª Idade”, Cabeça de Galo, Pinto Pelado, Língua Ferina, Os Grávidos e até os Inadimplentes.

A prefeitura programou rodas de sambas praticamente todos os dias nas Rocas, inclusive com atrações nacionais. E vale ressaltar que dá até pra sair em bloco até a Praia do Meio no domingo e na segunda, quando tem trio elétrico na orla. Por sinal, no domingo, na Praia do Meio, sai um bloco de nome curioso: “Estouradores de Tomate da Rua Monte Carlos".

Carnaval raiz na Redinha
Do Carnaval de Natal, em se tratando de bloco de rua, nenhum pólo supera o da Redinha. São nada menos que 14 agremiações do sábado até a quarta de cinzas, algumas com mais de três décadas de folia. Há desde o Redinha dos Meus Amores (sábado), até o Baiacu na Vara (quarta), passando pela famosa Banda do Siri (domingo e terça) e o mais raiz de todo o carnaval de Natal: Os Cão (terça).

Ponta Negra
Ponta Negra é pólo de um dos blocos que mais cresceu na história recente do carnaval da cidade: “Poetas, Carecas, Bruxas e Lobisomens”, que completa 16 anos em 2020. São milhares de foliões para um percurso que ficou pequeno (da Praça dos Gringos até o Praia Shopping). A saída é no sábado, a partir das 16h. Antes, na orla, tem a Banda da Praia, com concentração às 10h, e música a cargo do Frevo do Xico.

Mas ao longo do carnaval os foliões podem se divertir com os blocos Jegue Empacado (Cigarreira do Gil) e Bode Expiatório (Praia Shopping), ambos na sexta. E o Suvaco do Careca (Praia Shopping), comanda a animação no domingo e na terça.

Centro Histórico

A Cidade Alta, reduto maior da boemia natalense, tem seu ápice da folia de momo no domingo, quando acontece o Desfile das Kengas. A concentração é em frente o Bardallos, às 15h, com saída até o palco na Praça André de Albuquerque, para show com Glória Groove. Mas neste ano a prefeitura entrou com programação musica todos os dias de carnaval, o que deu uma instigada no local. Na sexta, tem o Pavão Misterioso, saindo da Casa do Cordel. Ainda na sexta, pelo Beco da Lama, sai o Nazi Vai a Ribeira, a brincadeira que homenageia o criador tradicional meladinha. No sábado, tem percurso do bloco do Zé Reeira, saindo do bar do Zé Reeira. Na segunda, os foliões vão do Não Empurre Não, com saída do Bar do Bixiga. E a terça, a partir do Bar do Naldo, é dia de seguir o Galo dos Perturbados pelas ruas do centro histórico.

Confira:
Créditos: Arte/TNProgramação carnavalProgramação carnaval











Deixe seu comentário!

Comentários