Bolsonaro mantém cautela e não fala sobre mensagens

Publicação: 2019-06-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Brasília e São Paulo (AE) - O presidente Jair Bolsonaro se reuniu nesta terça-feira cedo, em Brasília, com o ministro Sergio Moro, em encontro classificado como "bastante tranquilo" pelo próprio Ministério da Justiça. Em público, porém, Bolsonaro manteve o silêncio adotado desde que vieram à tona mensagens trocadas entre o ministro e integrantes da força-tarefa da Lava Jato.

Do encontro no Alvorada, Bolsonaro e Moro seguiram juntos, de lancha, para o Grupamento de Fuzileiros Navais de Brasília, que promoveu cerimônia de comemoração do 154.º aniversário da batalha naval do Riachuelo. Durante o evento, os dois ficaram lado a lado, e Moro foi condecorado por Bolsonaro. Mas o presidente saiu sem fazer discursos e falar com a imprensa.

No Palácio do Planalto, a orientação é de cautela para tratar do assunto. Há um temor de que novos episódios sejam publicados. Os assessores consideram que, por ora, são suficientes o ato de condecoração e a frase de que "confia irrestritamente no ministro", repassada na segunda-feira, 10, pelo secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, ao Jornal Nacional.

À tarde, Bolsonaro participou de encontro com empresários na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Em discurso, ele exaltou cinco dos seus ministros, mas não citou o nome do titular da Justiça - que ficou em Brasília.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários