Botafogo se diz preparado para conter o Santos

Publicação: 2019-07-21 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Botafogo voltará a jogar diante do seu torcedor no Estádio Nilton Santos, palco que fortalece a equipe em campo, hoje, quando recebe o Santos para o confronto da 11ª rodada do Brasileirão. O confronto abe a rodada no domingo, às 11h, e a equipe carioca quer tirar proveito do fator casa para ter a oportunidade de voltar a vencer na competição nacional. Em entrevista coletiva, o treinador botafoguense, Eduardo Barroca, falou sobre o duro adversário que terá pela frente, alertou para os pontos que precisa evoluir na equipe e valorizou a importância do apoio do público neste momento.

Cícero que não participou do clássico contra o Cruzeiro, deve reaparecer na partida diante do Santos, que pensa em nova vitória
Cícero que não participou do clássico contra o Cruzeiro, deve reaparecer na partida diante do Santos, que pensa em nova vitória

“Tivemos um tempo longo para sentir na pele uma derrota dentro de campo(jogo contra o Grêmio). Temos números expressivos aqui e nos sentimos em casa jogando ao lado do nosso torcedor. A nossa expectativa para esse jogo não é diferente. Que a gente possa transformar esse fator casa em resultado”, disse Barroca. 

Barroca falou um pouco sobre o que trabalhou durante a pausa para a Copa América, que inclusive, encerra agora após uma semana cheia de trabalho antes do jogo contra o Santos, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Falei anteriormente que esse processo de preparação na parada para a Copa América, ainda estou nela, e encerraremos contra o Santos. Nesse tempo enfatizei bastante a questão da finalização, preenchimento de área, infiltração. Tudo aquilo que nos aproxima de fazer o gol. Muitas vezes enfrentamos equipes que se fecham muito bem e é muito difícil fazer os gols mesmo com um controle grande. Talvez um dos quesitos que a gente precise crescer é criar oportunidades sem ter riscos. A equipe do Cruzeiro se defende muito bem, é pronta. Nosso desafio é crescer nesse terço final e tenho dedicado muito tempo nisso. Evidente que não está no padrão que exigimos aqui no Botafogo e estou trabalhando muito duro para nos desenvolvermos nesse sentido”, destacou.

Santos
Regularidade é a palavra que mais tem sido usada no cotidiano do Santos; Na segunda colocação do Campeonato Brasileiro, com 23 pontos, o elenco santista credita a boa fase e o sonho pelo título do nacional ao bom desempenho das últimas partidas, algo que vem se repetindo desde a primeira rodada da competição.

Sete vitórias, dois empates e uma derrota dão ao Peixe o aproveitamento de 76% nas dez primeiras rodadas do Brasileirão. Em casa, o Alvinegro Praiano segue invicto somando quatro triunfos e um empate. Longe de seus domínios, três vitórias, um empate e uma derrota dão ao Alvinegro Praiano a confiança necessária para manter o equilíbrio na campanha.

“Temos que manter a regularidade para que a gente possa brigar lá em cima. Temos que jogar dentro e fora de casa do mesmo jeito. É isso que o professor Sampaoli tem pedido para nós. Precisamos manter essa sequência boa para que no final do ano possamos brigar pelo título”, disse o meia Diego Pituca. Vindo de quatro vitórias seguidas, o time comandado por Jorge Sampaoli tem sonhado com o título do Brasileirão jogo a jogo, algo que motiva todo o elenco e reflete a classificação santista, que é a melhor desde 2003, ano em que Brasileirão passou a ser no formato de pontos corridos. “Isso mostra que estamos focados. Nosso objetivo maior é o título. Teremos um jogo muito difícil neste fim de semana, o Botafogo é um time muito forte. Mas estamos treinando bem nessa semana para que quando chegar no Rio de Janeiro possamos voltar com os três pontos”, ressaltou o Pituca.







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários