Brasil desnivelado

Publicação: 2019-11-15 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

O IBGE revela que Brasília (DF) manteve o maior PIB per capita no País em 2017, seguido por São Paulo. Onde menos se produz se ganha mais. Distrito Federal alcançou R$ 80.502, cerca de 2,5 vezes maior que o PIB per capita brasileiro, que ficou em R$ 31.702, mostram os dados das Contas Regionais. O segundo maior PIB per capita é o de São Paulo (R$ 47.008,77), seguido pelo do Rio de Janeiro (R$ 40.155,76). No outro extremo, os resultados mais baixos para o PIB per capita foram do Maranhão (R$ 12.788,75), Piauí (R$ 14.089,78), Paraíba (R$ 15.497,67) e Alagoas (R$ 15.653,51), todos na região Nordeste. O RN sempre esteve na faixa intermediária. 

Devagar
O crescimento do Brasil deverá ser afetado pela desaceleração da América do Sul e da economia mundial.  A temperatura continua morninha na economia mundial.  O PIB do Japão tem crescimento anualizado de 0,2% no terceiro trimestre de 2019. O PIB da zona do euro cresce apenas 0,2% no 3º tri sobre o 2º trimestre.

Menor
A inflação pelo IGP-10 desacelera com  0,19% de alta em novembro, diz a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Os alimentos e a conta luz ficam mais baratos. A alta em outubro foi de  0,77%. Com este resultado, o índice acumula alta de 4,62% no ano e de 3,33% em 12 meses. Alguns preços vão subir e a energia também aumenta em novembro.

Moedas
Depois de uma quarta-feira de forte  alta, as moedas estiveram mais contidas. O dólar fechou a R$ 4,20 (recorde), puxando também o euro. O preço do petróleo teve leve queda. O Ibovespa também registrou alta e fechou em 106.410 pontos. No mercado pecuário a arroba do boi chegou ontem aos R$ 200,00, outro recorde.

Crescimento maior
A “prévia do PIB” avança em setembro 0,44% e acumula alta de 0,91% no terceiro trimestre. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central teve a terceira elevação mensal consecutiva, um dado animador, depois de dois trimestres consecutivos de retração. O Banco Central diz que o porcentual já leva em conta ajustes sazonais, o que permite a comparação entre os diferentes períodos. É o primeiro resultado positivo para um trimestre desde o início do governo de  Bolsonaro.

Reconhecimento
O coquetel de premiação TOP NATAL 2019, as marcas mais lembradas realizada pela TRIBUNA DO NORTE, será no dia 27 próximo, no Olimpo Recepções, às 19h30.

Devolução
O BNDES vai pagar mais de R$ 132 bilhões ao Tesouro em 2019, quase do tamanho do déficit estimado de R$ 139 bilhões. O anúncio foi feito pelo presidente do banco, Gustavo Montezano. O lucro do BNDES registra alta de 70% no terceiro trimestre. No ano, o lucro do BNDES cresce 159%  e chega a R$ R$ 14,7 bilhões.

Devedores
As dívidas com bancos representam mais da metade das pendências de negativados, aponta o indicador CNDL/SPC Brasil. O número de débitos em atraso cai 2,34%; cresce número de devedores entre a população mais idosa. Nordeste é única região a registrar queda de brasileiros com restrição de CPFs, que recuou 1,00%.

Turismo
O feriado da Proclamação da República é um teste para os efeitos da mancha de óleo. O feriado registra 96% na ocupação hoteleira em Fortaleza e mais de 85% em Natal. Neste feriado prolongado nacional, o último do ano, não teve efeito negativo. 

Pequenos
A assistência técnica a pequenos agricultores será ampliada no semiárido nordestino. Mais recursos para as Ematers, Senar e empresas de pesquisa. A ministra da Agricultura  e Pecuária, pelo Twitter,  disse que a iniciativa vai "impulsionar o programa AgroNordeste", e gerencial para 17.144 estabelecimentos rurais".

Refeição
Pesquisa mostra qoe o Brasil está na contramão global e retrai o consumo fora do lar, enquanto no mundo todo está em expansão. Apesar disso, o brasileiro não abre mão de indulgência e comodidade e transfere cardápios de fast food para dentro de casa. Globalmente, o consumo Out of Home (OOH) representa 58,5% dos gastos com alimentos e bebidas alcoólicas e não alcoólicas e, segundo o estudo 'Winning food & drink occasions Out-of-Home', da Kantar, líder global em dados, insights e consultoria, o aumento deste índice é regra mundial.





continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários