Brasileiras estavam há 10 meses sem vencer

Publicação: 2019-06-09 17:59:00 | Comentários: 0
A+ A-
Há 10 meses a seleção bFrasileira de futebol feminino não vencia um jogo – foram nove derrotas em nove jogos. A camisa 10, Marta, principal jogadora do mundo, estava lesionada, no banco. A desconfiança tomava conta da torcida, mas bastaram os primeiros 90 minutos na Copa da França, em Grenoble, para tudo ficar para trás. Com três gols de Cristiane, o Brasil estreou com vitória tranquila de 3 a 0 sobre a Jamaica, resultado que garantiu à equipe de Vadão a liderança do Grupo C. No outro jogo do grupo, um resultado surpreendente: a Itália superou a favorita Austrália por 2 a 1.

Seleção feminina estava há dez meses sem vencer
Seleção feminina estava há dez meses sem vencer

Além do resultado, a vitória brasileira registrou marcas históricas. O hat-trick de Cristiane foi o terceiro de uma jogadora da seleção em Copas do Mundo, igualando-se a Pretinha e Sissi. Com os três gols, a camisa 11 passa a ter 9 gols e é a segunda maior artilheira do Brasil na competição, ficando atrás apenas de Marta, que tem 15. Tem mais: Cristiane bateu a marca de Cristiano Ronaldo, ele mesmo, o português, pois agora ela é a jogadora mais velha da história a conseguir três gols na competição, entre homens e mulheres – a brasileira está com 34 anos e 25 dias, enquanto CR7 tinha 33 anos e 130 dias quando obteve a mesma marca. Por fim, a artilheira da Copa do Mundo da França é a primeira jogadora da história a fazer três gols em mundiais diferentes: 2007, 2011 e 109.

Outra marca importante e história foi registrada por Pretinha. A volante brasileira, ao entrar em campo, na sétima Copa do Mundo que disputa, tornou-se a jogadora mais velha a jogar num Mundial, com 41 anos e 98 dias.

Quanto ao jogo, a vitória do Brasil poderia ter sido mais tranquila, não fossem as muitas oportunidades desperdiçadas, incluindo um pênalti batido por Andressa Alves e defendido pela goleira Schneider. No primeiro tempo, o Brasil fez apenas um gol, numa cabeçada de Cristiane aos 15 minutos. E só no segundo tempo ampliou a vantagem, aos 4 minutos, com Cristiane aproveitando cruzamento da direita de Andressa Alves, e aos 18, numa bela cobrança de falta.

As brasileiras voltam a campo quinta-feira, dia 13, às 13h, quando enfrentam a Austrália, no Estádio de La Mosson, em Montpellier. Nova vitória praticamente coloca o Brasil nas oitavas de final, e a vaga pode ser garantida no dia seguinte, se a Itália vencer a Jamaica, no Estádio Auguste-Delaune, em Reims.

O Brasil  jogou com Bárbara, Leticia Santos, Kathellen (Daiane), Mônica e Tamires; Thaisa, Formiga e Andressa Alves; Debinha, Bia Zaneratto (Geyse) e Cristiane (Ludmila). A Jamaica, com Sydney Schneider, Bond-Flasza, Plummer, Allyson Swaby e Blackwood; Matthews (Brown), Solaun e Chantelle Swaby; Sweatman, Carter (Cameron) e Shaw. A árbitra do jogo foi Riem Hussein (Alemanha), auxiliado por Kylie Cockburn (Escócia), Mihaela Tepusa (Romênia) e Kateryna Monzul (Ucrânia).

Agência Brasil








continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários