Câmeras de ônibus nunca foram ativadas

Publicação: 2019-07-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Programa com mais de uma década,    “Crack, é possível vencer” visava uma série de medidas para ampliar a segurança no Rio Grande do Norte. Em 2015, o Governo estadual anunciou a entrega de micro-ônibus para vídeo-monitoramento equipado com 20 câmeras de vídeo, que daria suporte às ações de patrulhamento nos locais de venda e consumo de crack e outras drogas.

A assessoria da PM informou que as câmeras do micro-ônibus operam desde 2015, e que “recentemente pararam de funcionar”.  Fontes ligadas à TRIBUNA DO NORTE, no entanto, afirmaram que as 20 câmeras nunca funcionaram desde que foram recebidas, há quatro anos. O secretário de Segurança do Estado, Francisco Canindé Araújo, explicou à reportagem da TRIBUNA DO NORTE que as 20 câmeras nunca foram ativadas. “Esse sistema não foi ativado. Não tem utilidade, é uma questão que foi pensada pelo pessoal de Brasília e que não sabemos como isso foi pensado”, afirmou Araújo. 

Estes equipamentos são oriundos do convênio firmado pelo Governo do Estado com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça. O Governo do Estado também entregou, à época, um veículo tipo Spin para atuar como base móvel, outros dois veículos e duas motocicletas para patrulhamento. O investimento total do programa no RN era em torno de R$ 30 milhões.




continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários