Cadastro no RN+Vacina começa a partir do meio-dia desta segunda

Publicação: 2021-01-17 21:40:00
A plataforma RN+Vacina vai começar a receber os cadastros dos cidadãos potiguares a partir do meio-dia desta segunda-feira (18). A ferramenta foi desenvolvida em parceria do Governo do Estado e o Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (Lais/UFRN) para planejamento, acompanhamento e gestão do processo de vacinação contra a covid-19 no Rio Grande do Norte.

Créditos: Arquivo TNVacinação terá início simultâneo em todos os estados, segundo o Ministério da SaúdeVacinação terá início simultâneo em todos os estados, segundo o Ministério da Saúde

O cadastro é feito com os dados pessoais e informações quanto aos grupos de risco e comorbidades, se for o caso. Apesar desta primeira etapa de vacinação, em todo o mundo, ser restrita aos grupos prioritários, é recomendado que todas as pessoas façam o cadastro, que irá auxiliar na criação de um banco de dados com o perfil da população potiguar. “Essas informações serão fundamentais para a gestão de todo o processo que está sendo desenvolvido pelo Governo do Estado e por todos os municípios”, explicou o coordenador do Lais, professor Ricardo Valentim.

Com a efetivação do cadastro, cada cidadão terá o seu cartão de vacina virtual, recebendo notificações das datas, dentro do calendário nacional de vacinação, em que o seu grupo receberá a vacina, além de todas as informações sobre o processo. O cartão ficará disponível na própria plataforma do RN+Vacina.

A vacinação em todo país está prevista para começar às 10h de quarta-feira (20), anunciou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, neste domingo (17) logo após a Anvisa autorizar o uso emergencial das vacinas de Oxford e Coronavac. Às 7h desta segunda-feira, um ato simbólico em Guarulhos, na Grande São Paulo, irá marcar o início da distribuição dos imunizantes para todos os estados brasileiros e Distrito Federal.

Neste domingo, uma reunião da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) com representantes de todas as regionais de saúde discutiu o Plano Estadual de Operacionalização e o início da Vacinação no Rio Grande do Norte. Participaram, em quatro momentos diferentes, 254 pessoas, envolvendo secretários municipais de saúde, coordenadores de Atenção Primária dos municípios, coordenadores de vigilância/imunização dos municípios, profissionais vacinadores, Cosems, gerentes de Ursap e equipes técnicas - rede de frio.

A reunião teve como alicerce informações essenciais para a preparação de todos os profissionais para a vacina da maneira mais eficaz e correta. A previsão é que o estado receba as doses do Instituo Butantan, com previsão da aplicação de 239 mil doses na primeira fase. Na ocasião foi apresentado o plano e as estratégias da distribuição e manejo dos imunizadores. A previsão é que as vacinas cheguem em solo potiguar na manhã desta segunda-feira, passe por conferência e armazenamento, preparação das remessas, distribuição para as centrais regionais até a retirada nas centrais, num prazo de até 72 horas.

Os imunobiológicos serão distribuídos com apoio do Corpo de Bombeiros e a escolta será realizada pela Política Militar e Polícia Rodoviária Federal. No ato da distribuição para as regionais todos serão comunicados do horário a ser agendado para a retirada as doses nas regionais, para que a distribuição ocorra da maneira mais célere possível.


Atualizada às 21h55








Leia também: