Caern: 23 toneladas de lixo são despejados por mês nos esgotos de Natal

Publicação: 2019-02-11 17:14:00 | Comentários: 0
A+ A-
As redes de esgotamento da Companhia de Água e Esgoto do Rio Grande do Norte (Caern) são devidamente planejadas para receber somente água e dejetos humanos. Mas, na prática, alguns usuários da rede acabam negligenciando esse uso, depositando coisas além do que a rede está dimensionada para receber.

Lixo é retirado de esgoto pela Caern

Cerca de 23 toneladas de lixo são despejados por mês no sistema de esgotos de Natal. O balanço é da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), que expressa preocupação com a quantidade de  objetos descartados nos encanamentos.

A técnica em controle ambiental da Caern, Maiara Pereira, explica que os materiais mais encontrados vêm das redes domésticas, sendo os mais comuns: óleo de cozinha, copo descartável, saco plástico, garrafa pet, absorventes e preservativos.

Se somada a quantidade de areia, decorrente de ligações indevidas de água de chuva na rede de esgotos, essa quantidade pode mais do que dobrar, informa a Caern. Em alguns meses , o material indevido na rede pode chegar a 50 toneladas.

“Em período de inverno o número de lixo encontrado pode chegar a triplicar, em função dessas ligações clandestinas de água de chuva na rede de esgotos. Isto porque a chuva naturalmente arrasta entulhos e lixo em geral da via, além de areia e outros materiais. Tudo isso acaba indo para a rede de esgotos, que tem uma dimensão menor”, elenca Maiara.

Segundo a Caern, estes descartes ocasionam obstruções e podem acarretar transbordamentos para a via ou até mesmo para dentro dos imóveis, trazendo riscos à saúde da população, além de prejuízos materiais.

Óleo de cozinha: Principal vilão
O óleo de cozinha, além de ser um dos maiores inimigos da rede de esgoto, também tem capacidade para poluir um milhão de litros de água com apenas um litro do produto despejado na pia da cozinha.
Isto porque quando o óleo entra em contato com a rede de esgotos, ele se concentra ao redor da tubulação, petrifica e entope o canal de passagem dos efluentes. Por isso, a recomendação é de que o óleo usado seja devidamente armazenado e descartado em pontos de coleta específicos, para que possam ser reciclados e transformados em sabão biodegradável.

Dicas
Para um melhor funcionamento da rede de esgotamento é simples: basta não jogar lixo sólido no esgoto e lembrar que a rede coletora depende de todos, já que cada cidadão tem responsabilidade de descartar corretamente seu lixo produzido.

Lixo: Para evitar o mau uso do lixo é recomendado que todo material sólido seja deixado nos pontos de coleta, não na rede de esgoto. Este material é recolhido periodicamente pelos órgãos de coleta do Município, sendo em Natal, a Urbana.

Produtos de limpeza: Prefira os produtos de limpeza do tipo “biodegradáveis”, como por exemplo o sabão, de modo a evitar que formem muita espuma no esgoto, o que dificulta o processo de tratamento.

Caixa de gordura
O uso da caixa de gordura é necessário para reter óleos, gorduras e restos de comida, de modo a proteger a rede de esgoto. Para manter a caixa limpa, deve ser feita periodicamente a retirada desses resíduos, e depositados no lixo de coleta específico. Em caso de entupimento, é aconselhado que não sejam usados produtos químicos, pois eles são corrosivos e podem danificar a rede.












continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários