Natal
Caern estuda projeto alternativo para reduzir captação de água na Armando Ribeiro
Publicado: 00:00:00 - 24/10/2017 Atualizado: 00:32:06 - 24/10/2017
Yuno Silva
Repórter


A Companhia de Águas e Esgotos do RN apresentou na tarde de ontem (23), durante audiência pública realizada na Assembleia Legislativa sobre a crise hídrica no Estado, oito projetos para construção de novas adutoras no valor total de R$ 309.758.779,13. Elaboradas para minimizar os impactos da seca em todo o Rio Grande do Norte, sobretudo nas regiões Oeste e Seridó, as propostas dependem de verba federal para serem viabilizadas. Porém, sem perspectiva para liberação dos recursos a curto prazo, a diretora de empreendimento da Caern, Geny Formiga, adiantou que 604.473 pessoas, de 63 municípios, serão impactadas pelo colapso no abastecimento de água caso nenhuma proposta saia do papel até o mês de dezembro próximo.

Adriano Abreu
Em Audiência, a Caern alertou que, sem as novas adutoras, 604.473 pessoas, de 63 cidades, podem ser impactadas pelo colapso

Em Audiência, a Caern alertou que, sem as novas adutoras, 604.473 pessoas, de 63 cidades, podem ser impactadas pelo colapso


Em Audiência, a Caern alertou que, sem as novas adutoras, 604.473 pessoas, de 63 cidades, podem ser impactadas pelo colapso

“Não sabemos ainda de onde sairá o dinheiro, mas vamos abrir um processo de contratação emergencial para construir uma adutora que levará água do açude Mendubim, em Assu, até a rede que abastece Mossoró. Dessa forma, conseguimos garantir uma certa regularidade no abastecimento até meados do mês de abril do próximo ano”, informou Geny. Ela disse que os investimentos serão feitos com recursos da própria Caern.

A nova adutora Mendubim, com 7,5 km de extensão, irá lançar água na adutora Jerônimo Rosado que abastece Mossoró. O orçamento preliminar está na casa dos R$ 7 milhões. O açude Mendubim está com 48,97% de sua capacidade total de armazenamento de água, ou 37 milhões de metros cúbicos dos 76 milhões de m³ possíveis. Atualmente a água do Mendubim abastece comunidades rurais próximas ao reservatório.

A barragem Armando Ribeiro Gonçalves, a maior do Estado com capacidade para armazenar 4,4 bilhões de m³ de armazenamento de água e que abastece 35 cidades, está com 14,29%. A previsão é que o reservatório atinja seu volume morto em dezembro, condição emblemática que atinge todo o sistema de adutoras que cortam o RN.

Além de Geny Formiga, representando a Caern, também participaram da audiência pública o diretor-presidente do Instituto de Gestão das Águas (Igarn) Josivan Cardoso; o deputado Estadual Souza Neto, propositor do debate; o gestor Ivan Lopes Júnior, titular da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh); Marcos Morais, da Defesa Civil Estadual; o prefeito de Macau Túlio Lemos; e o vereador Adailton Barbosa de Pendências – as duas cidades estão na relação apresentada pela Caern com os 34 municípios que deverão enfrentar colapso no abastecimento urbano a partir de dezembro. A lista também inclui Mossoró, Assu, Angicos, Lajes, Santana do Matos, entre outros.

Transposição sem prazo
Durante a audiência pública na ALRN, Josivan Cardoso, diretor-presidente do Instituto de Gestão de Água do RN (Igarn), apresentou um quadro atualizada da situação hídrica no RN. “Mostramos tanto a situação dos reservatórios de águas superficiais, quanto a dificuldade para se obter água subterrânea de boa qualidade”.

Cardoso lembrou que o Igarn elaborou, em 2015, um Plano de Segurança Hídrica para evitar o estágio de colapso que atualmente atinge 29 cidades. “Apresentamos vários projetos ao governo Federal e solicitamos recursos para viabilizarmos as ações do Plano, entre elas a construção de um novo ponto de captação de água dentro da barragem Armando Ribeiro Gonçalves e uma adutora emergencial para levar água até Pendências. Ao todo são necessários cerca de 88 milhões, mas até agora não liberaram nada”, frisou.

Igarn e Caern definem, em conjunto, o rodízio e a redimensão do abastecimento da população. O representante da Defesa Civil Estadual, Marcos Morais, alerta para a dificuldade de se abastecer cidades com mais 30 mil habitantes através de carros-pipa. Ivan Lopes Júnior, da Semarh, acrescenta que, apesar da situação do RN ser mais favorável que a de estados vizinhos como Paraíba e Ceará, “os debates sobre restrições no uso de água para agricultura irrigação deverão começar em breve”.

16 municípios em colapso - população urbana atingida: 59.134 habitantes
Município de Galinhos em constante colapso em razão da má qualidade da água - população urbana atingida: 1.001 habitantes
12 municípios entraram em colapso no mês de setembro - população urbana atingida: 85.227 habitantes
34 municípios entrarão em colapso até dezembro de 2017 - população urbana atingida: 459.111 habitantes

Reservatórios
Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, região Oeste do RN, está com 14,29% da capacidade de armazenamento de água. Abastece 35 cidades através de adutoras.
Total do reservatório: 4,4 bilhões de metros cúbicos de água, o maior do Estado

Açude Mendubim, em Assu, está com 48,97% de sua capacidade de armazenamento – ou 37 milhões de m³. Abastece comunidades próximas para usos diversos. Total do reservatório: 76 milhões m³ de água. A instalação de uma nova adutora construída com recursos da Caern garantiria o abastecimento de cidades como Mossoró e Assu até o mês de abril de 2018

Projetos da Caern sem fonte de recursos definida:

1. Sistema Adutor Afonso Bezerra-Pendências
Captação: bateria de Poço Tubular
Municípios atendidos: Pendências, Alto do Rodrigues, Macau, Guamaré
População atendida: 77,7 mil habitantes
Extensão: 48 km
Vazão: 480 m³/hora
Custo estimado: R$ 44.000.000,00

2. Sistema Adutor da Carnaúba
Captação: Açude da Carnaúba
Município atendido: Caicó
População atendida: 68 mil habitantes;
Extensão: 19,5 km
Vazão: 310 m³/hora
Custo estimado: R$ 11.500.000,00

3. Integração Boqueirão Seridó Oriental
Captação: Boqueirão de Parelhas
Municípios atendidos: Cruzeta, São José do Seridó, Jardim do Seridó, Carnaúba dos Dantas e Ouro Branco
População atendida: 38,5 mil habitantes
Extensão: 52 km
Vazão: 192 m³/hora
Custo Estimado: R$ 17.163.191,35

Projeto da Caern inseridos no Programa Avançar Cidades 2017, do Ministério das Cidades, mas ainda não liberados:

1. Sistema Adutor Afonso Bezerra-Angicos
Captação: bateria de Poço Tubular
Municípios atendidos: Angicos, Lajes, Fernando Pedroza, Pedra Preta, Caiçara do Rio dos Ventos, Riachuelo, Pedro Avelino e Jardim de Angicos
Comunidades atendidas: 45 Comunidades
População atendida: 50 mil habitantes
Extensão: 44 km
Vazão: 500 m³/hora
Custo estimado: R$ 39.307.443,84

2. Sistema Adutor Costa Branca
Captação: Poço Tubular Profundo
Municípios atendidos: Porto do Mangue e Areia Branca
Comunidades atendidas: Rosado, Pedra Grande, Pé da Serra, Ponta do Mel, São Cristóvão, Redonda, Morro Pintado e São José
População atendida: 14,5 mil habitantes
Extensão: 31 km
Vazão: 220 m³/hora
Custo estimado: R$ 18.702.877,26

3. Sistema Adutor Integrado Agreste Potiguar
Captação: Rio Piquiri
Municípios atendidos: Pedro Velho, Montanhas, Nova Cruz, Santo Antônio, Serrinha e Piquiri (comunidade)
População atendida: 106 mil habitantes
Extensão: 64,1 km
Vazão: 1.504 m³/hora
Custo Estimado: R$ 102.468.688,46

4. Sistema Adutor Upanema–Médio Oeste
Captação: Bateria de Poço Tubular
Municípios atendidos: Upanema, Campo Grande, Parau, Triunfo Potiguar, Janduis, Messias Targino, Patu e Almino Afonso
População atendida: 40 mil habitantes
Extensão: 37 km
Vazão: 420 m³/hora
Custo estimado: R$ 51.616.578,22

Total: R$ 212.095.587,78
Governo Federal:
R$ 190.886.029,01
Contrapartida do RN:
R$ 21.209.558,77

Projetos com fonte de recursos definida, mas ainda não liberados:

1. Complexo Captacional Jerônimo Rosado–Sertão Central Cabugi
Captação: barragem Armando Ribeiro Gonçalves
Municípios atendidos: Assu, Serra do Mel, Mossoró, Angicos, Lajes, Fernando Pedroza, Riachuelo, Pedra Preta, Pedro Avelino, Caiçara do Rio dos Ventos e Jardim de Angicos
População atendida: 207.000 habitantes
Extensão: 15 km
Vazão: 1200 m³/hora
Custo estimado: R$ 25.000.000,00

Fonte de Recurso: Ministério da Integração Nacional


Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte