Caixa atinge limite autorizado de R$ 5,9 bilhões para o Pronampe

Publicação: 2020-07-15 00:00:00
São Paulo (AE) - A Caixa anunciou que atingiu o limite aprovado para o programa de apoio a micro e pequenas empresas, o Pronampe. Em contratos assinados e as propostas em fase final de análise já são R$ 5,9 bilhões, o limite autorizado pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO). A média do processo de análise de crédito é de cinco dias, segundo a instituição.

Créditos: Arquivo TNCaixa foi a primeira instituição financeira a operar o PronampeCaixa foi a primeira instituição financeira a operar o Pronampe


São 8.234 pré-contratos assinados, que totalizam R$ 1,2 bilhão à espera de liberação, além de demandas de clientes que estão com a documentação em análise. Com início em 16 de junho, a Caixa foi a primeira instituição financeira a operar com o Pronampe.

Contando com outras linhas de crédito do banco, o total disponível para o segmento vai a R$ 7,7 bilhões. O banco contratou até o momento R$ 1,8 bilhão pelo Crédito Assistido Sebrae, amparado pelo Fundo de Aval para as Micro e Pequenas Empresas (Fampe), em parceria com o Sebrae. Na segunda, a Caixa recebeu um acréscimo de limite, após ter contratado R$ 4,24 bilhões em créditos pelo programa.

Em menos de 24 horas, o Sicoob (Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil), que começou a operar o Pronampe, nesta segunda-feira (13), recebeu R$ 500 milhões em pedidos pela linha de crédito. Com prazo de 36 meses, sendo 8 de carência, e juros à taxa Selic acrescida de 1,25% ao ano, o programa é uma linha especial para que pequenos negócios possam contar com capital de giro durante a pandemia.

"Esta linha é um grande benefício para os micro e pequenos empresários brasileiros. Com uma taxa de juros baixíssima e prazo de reembolso confortável, eles podem receber um importante aporte para manter ou incrementar os seus negócios em um momento no qual a atividade econômica começa a dar sinais de retomada", diz o superintendente de Negócios e Desenvolvimento do Sicoob, Luciano Ribeiro.

Neste primeiro dia de operação do programa, destacaram-se as regiões Sudeste e Sul, que, somadas, representaram 95% de todos os pedidos de crédito do País por meio do Sicoob. O Pronampe conta com a garantia do FGO, que cobre até 85% de eventuais inadimplências, e os cooperados interessados podem solicitar os recursos por telefone, site, aplicativo ou presencialmente na cooperativa da qual forem associados.

Segundo Ênio Meinen, Diretor de Operações do Sicoob, os juros pagos nessas operações compõem a base de cálculo para rateio de resultado ao final de cada ano no período de empréstimo, o que fará reduzir a taxa contratada para os cooperados do Sicoob. Podem participar do Pronampe empresas com Receita Bruta Anual de até R$ 4,8 milhões/ano, conforme informado pela Receita Federal do Brasil.






Leia também: