Cala-se a voz do Grunge Chris Cornell

Publicação: 2017-05-19 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A voz do grunge, uma das melhores surgidas durante a virada das décadas de 1980 e 1990, se silenciou. Morreu Chris Cornell, vocalista do Soundgarden e do Audioslave, na noite de quarta-feira, em Detroit, horas depois de se apresentar na cidade com o Soundgarden, em uma turnê pelos Estados Unidos. Brian Bumbery, agente de Cornell, confirmou a morte à agência de notícias Associated Press. "Repentina e inesperada", disse. Em um comunicado, a família pediu privacidade e afirmou que colaborará com os legistas para determinar a causa da morte, ainda indefinida. Polícia suspeita de suicídio.

Chris Cornell viveu no epicentro do grunge com Soundgarden
Chris Cornell viveu no epicentro do grunge com Soundgarden

Chris Cornell, nascido em Seattle, em 1964, tinha 52 anos. Era casado com Vicky Karayiannis, com quem teve dois filhos, Toni, nascida em 2004, e Christopher Nicolas, em 2005. Há alguns anos, Cornell havia se convertido à religião católica ortodoxa grega.

Foi à frente do Soundgarden que Cornell fez história. Viveu, naqueles anos em Seattle, no epicentro do grunge, com o melhor e pior que o rock poderia trazer. Dividia um apartamento com Andrew Wood, vocalista da banda Mother Love Bone, morto ainda antes de lançar o primeiro disco do grupo, após uma overdose de heroína em 1990.

Quando criou o Soundgarden, Cornell dividia as responsabilidades de baterista e vocalista. Para a sorte do mundo, ele deixou as baquetas de lado para se tornar um dos maiores cantores de rock que já se teve notícia. Na explosão do grunge, o que era considerado música alternativa rompia sua bolha e chegava ao mainstream, nas rádios e TVs. Uma voz como a de Cornell, rouca e de alcance invejável nas áreas mais altas e notas mais agudas, era mais palatável do que outros vocalistas notáveis do movimento que ebulia em Seattle, como Eddie Vedder, do Pearl Jam, e, depois, Kurt Cobain, com seu arrebatador Nirvana.  Diante do potencial da voz de Cornell, o Soundgarden se tornou a primeira banda do grunge a assinar contrato com uma grande gravadora, depois de ter lançado o disco de estreia, Ultramega OK, de 1988.

AE

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários