Caminhada mais longa

Publicação: 2019-11-09 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

A retomada do crescimento da economia do País,  parece ser mais longa e demorada. O governo estima em 9% do PIB em 2019 e de pouco mais de 2,3% em 2020. Ou o Brasil avança mais rápido para deixar as dificuldades para trás ou ficará no atraso dos países do Terceiro Mundo. Por enquanto os indicadores são positivos, com a possibilidade até de registar superátiv nas contas já em 2022. Por outro loado, analistas “alertam que “a nova revolução industrial não vai esperar pelo Brasil”. Não dá pra ficar com um nível de educação como o atual, nem com uma grande população de jovens nem-nem. 

Emprego
O Indicador Antecedente de Emprego recua 1,3 ponto em outubro, aponta a Fundação Getúlio Vargas. Em médias móveis trimestrais, o indicador recuou 0,4 ponto. Depois de tímidos avanços nos meses anteriores, o indicador voltou ao patamar de maio, reforçando a dificuldade de se obter uma reação mais robusta no mercado.

Crescimento
Na revisão do crescimento econômico de 2017, o IBGE constata que o PIB subiu de 1,1% para elevação 1,3%. Mesmo assim é muito pouco. As incertezas continuam rondando a economia brasileira. Os últimos números da produção industrial mostram um avanço quase que nanico. Como disse um observador “a economia brasileira é avião com motor ligado, mas freio de mão puxado”.

Dificuldades
A transferência de mais de R$ 700 milhões do Governo Federal ao Rio Grande do Norte, até o fim de dezembro vai aliviar e muito as dificuldades enfrentadas pelo Estado. Entre os municípios, Natal  será a maior beneficiada pelos repasses do pré-sal. No Ceará, Fortaleza deverá receber mais de R$ 45 milhões do que foi arrecadado com a cessão onerosa.

Fórum
Na Arena das Dunas hoje, no segundo e último dia do Fórum de Negócios, com várias palestras e diversas atividades.

Otimismo reacende
A Sondagem Conjuntural do Sebrae diz que setembro marca a retomada do otimismo dos pequenos negócios com a economia. A Sondagem Conjuntural mostra que 59% de empreendedores acreditam em dias melhores e seis a cada 10 empresários querem investir nas empresas. Mais empregos e investimentos nos pequenos negócios. O cenário otimista anima os donos de micro e pequenas empresas, diante dos rumos da economia do país. Depois de uma queda em junho, o percentual daqueles que acreditam em melhoria do cenário econômico cresceu de 56% para 59% no mês passado.

Futuro
O percentual de empresários otimistas com o futuro da economia e que acreditam que ela irá melhorar nos próximos 12 meses é o terceiro maior índice da série, iniciada em junho de 2017, e superou em 55% o registrado no mesmo mês de 2018.

Renegociação
A Caixa Econômica traz novamente para Natal o caminhão da adimplência. Os titulares de mais de 75 mil contratos inadimplentes com o banco contarão com espaço exclusivo para a regularização e com descontos de até 90%. oportunidade de liquidar suas dívidas, com descontos de até 90%, diretamente no Caminhão. A unidade móvel de atendimento ficará de 11 a 14 de novembro, no estacionamento do Via Direta Shopping, das 09h às 15h.

Familiar
O  Agroamigo supera marca de R$ 2 bilhões aplicados em 2019, diz o Banco do Nordeste.  Apenas este ano,  foram contratadas mais de 400 mil operações com produtores beneficiados pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). No RN, onde o programa tem 15 unidades de atendimento e 55 agentes de microcrédito, foram aplicados R$ 111,8 milhões este ano,  em 22 mil operações.

Tráfego
Ainda é baixo o tráfego de veículos nas rodovias pedagiadas. O Índice ABCR subiu 1,4% em outubro, com o fluxo de veículos leves subindo 1,0% enquanto o de pesados aumentou 1,4%, no comparativo com setembro.  Pontualmente em outubro, vale destacar que o feriado do dia 12 também contribuiu para aumentar o fluxo de veículos nas estradas concessionadas.

Concorrência
A Copel  GET EOL lança licitação eletrônica,  para contratar empresa de prestação de serviços de implantação de 8 torres de medição climatológica e anemométrica. A implantação das torres engloba a aquisição de todos os materiais e serviços necessários para o correto funcionamento das torres de acordo com o padrão exigido pela Empresa de Pesquisa Energética; Valor Estimado do Objeto: R$ 2,429 milhões. Recebe As propostas em www.licitacoes-e.com.br, até  12 de novembro, às 09h.






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários