Cookie Consent
Natal
Carência de pediatras força remanejamentos
Publicado: 00:00:00 - 25/04/2017 Atualizado: 22:13:49 - 24/04/2017
A dificuldade de Recursos Humanos tem sido um problema importante e decisivo na manutenção dos serviços de pediatria na rede estadual de Saúde Pública, forçando o remanejamento de serviços. Este ano, o órgão chegou a remanejar médicos da UTI do Hospital Maria Alice Fernandes para abertura de mais leitos pediátricos no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel.

Leia Mais

“Temos vivenciado o fechamento e a limitação de acesso de unidades privadas, que se soma à carência de profissionais pediatras, problema que afeta todo o País. Mesmo não havendo aumento do número de unidades ou leitos de pediatria, temos um incremento de serviços de atenção à saúde devido aos casos de microcefalia”, afirma a Sesap.

No interior, segundo a assessoria da Sesap, houve aumento no número de leitos de UTI Pediátrica do Hospital Wilson Rosado, em Mossoró, antes custeados pelo município e hoje pelo Estado. A Sesap informou que está trabalhando para fortalecer a pediatria no Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros. O hospital atende em regime de plantão 24 horas, dispondo de serviços de urgência/emergência clínica em pediatria.

Essa ação integra o projeto de Regionalização da Saúde, que pretende ampliar a oferta de serviços nas regiões pólo, em parceria com os municípios, para evitar que os pacientes precisem se deslocar para a capital do Estado, em busca de tratamentos básicos que poderiam ser feitos na cidade de origem ou na região.


Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte