Chelsea bate Monterrey e enfrentará Corinthians na final do Mundial de Clubes

Publicação: 2012-12-13 09:30:00 | Comentários: 0
A+ A-
Sob os olhares dos corintianos, o time do Chelsea, no Estádio Internacional de Yokohama, no Japão, confirmou o seu favoritismo e, sem dificuldades, venceu a equipe do Monterrey, do México, por 3 a 1, e avançou à final do Mundial de Clubes Fifa. Com um começo de segundo tempo avassalador, os ingleses convenceram e agora decidem o título com o Corinthians, neste domingo.

Os jogadores do Timão, que tentam a maior glória do clube às 8h30 (de Brasília), também na cidade  de Yokohama, tiveram uma boa noção do que têm pela frente, já que, como estiveram de folga, após a vitória sobre o Al Ahly, do Egito, por 1 a 0, assistiram à partida das arquibancadas, juntamente com o técnico Tite e alguns de seus auxiliares.

Jogo

Os treinamentos do time do Chelsea ao longo desta semana foram fechados à imprensa e o técnico Rafael Benítez escondeu a sua escalação até minutos antes do jogo. Mesmo com a imprensa inglesa afirmando que a equipe não teria novidades, o treinador espanhol surpreendeu e fez algumas importantes alterações nos 11 jogadores que foram a campo.
Site do ChelseaChelsea venceu com facilidade e vai em busca de título inéditoChelsea venceu com facilidade e vai em busca de título inédito

Zagueiro de origem, David Luiz, que jogou na condição de reserva na última partida no Campeonato Inglês, foi improvisado como volante, no lugar de Ramires, poupado e colocado no banco de reservas. Ainda no sistema defensivo, o lateral direito Azpilicueta ganhou a vaga de Ivanovic, que entrou no lugar de David Luiz.

Já no meio-campo, Oscar, Mata e Hazard, que dificilmente jogariam juntos, foram confirmados na armação do time, que ganhou mais mobilidade e um maior poder de marcação com a entrada de David Luiz, destaque da equipe no primeiro tempo. E logo aos 17 minutos, após boa troca de passes, Mata recebeu bola na entrada da área e abriu o placar para o Chelsea.

Depois do tento, a equipe de Rafa Benítez diminuiu o seu ritmo e viu os Rayados crescerem na partida. No entanto, os chutes de fora da área e as bolas lançadas na direção do atacante De Nigris não foram suficientes para superar a forte marcação dos Blues, que foram para o intervalo com a vantagem mínima no marcador.

E na etapa complementar, a estrela do belga Hazard brilhou. Logo no primeiro minuto, mais precisamente aos 17 segundos, ele fez boa jogada pela esquerda e tocou para Fernando Torres, que chutou e contou com desvio adversário para ampliar. No lance seguinte, em outra jogada de Hazard, Mata recebeu passe, chutou e viu Chávez desviar contra seu próprio patrimônio: 3 a 0.

Sem conseguir assimilar os rápidos golpes fatais, a equipe rayada ainda viu Oscar, Hazard e Mata desperdiçarem chances de iniciar uma goleada nos lances que seguiram. Mas, pensando no seu limite físico, o time inglês reduziu a marcha: Benítez lançou os veteranos Lampard e Paulo Ferreira nos lugares de David Luiz e Mata, priorizando a manutenção do resultado. De Nigris, já no último lance, penetrou a área adversária e tocou na saída de Cech para fazer o gol de honra dos mexicanos.

Ficha Técnica
Monterrey-Mex 1 x 3 Chelsea-Ing

Local: Estádio Internacional de Yokohama, em Yokohama (Japão)
Data: 13 de dezembro de 2012, quinta-feira
Hora: 08h30 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Vera (Equardor)
Assistentes: Christian Lescano e Byron Romero (ambos do Equador)

Gols: Juan Mata, aos 17 minutos do primeiro tempo, Fernando Torres, ao primeiro minuto do segundo tempo e Darvin Chávez (contra), aos 2 minutos do segundo tempo (Chelsea). De Nigris, aos 46 minutos do segundo tempo (Monterrey).
Cartões: não houveram

MONTERREY: Orozco; Pérez (Osório), Mier, Basanta e Chávez; Meza (Solis), Cardozo e Ayoví; Jesús Corona, César Delgado (Carreño) e Aldo de Nigris
Técnico: Víctor Vucetich

CHELSEA: Cech; Ashley Cole, Ivanovic, Cahill e Azpilicueta; David Luiz (Lampard), Mikel, Oscar, Mata (Paulo Ferreira) e Hazard; Fernando Torres (Victor Moses)
Técnico: Rafael Benítez

Com informações da Gazeta Press.

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários