Chuva intensa alaga ruas em Natal

Publicação: 2018-05-08 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A chuva caiu forte em Natal no início da tarde desta segunda-feira (7) e causou transtorno a pedestres e motoristas. Pontos de alagamento foram registrados em todas zonas da cidade, causando desvios no trânsito e dificuldades para quem estava a pé. A Defesa Civil esteve em alerta nos casos de risco contra à vida, mas registrou apenas leves ocorrências. Nesta terça-feira (8), a previsão é de chuvas passageiras no litoral.

Av. Afonso Pena: trechos da avenida, em Petrópolis, ficaram quase intransitável, um transtorno para motoristas e pedestres
Av. Afonso Pena: trechos da avenida, em Petrópolis, ficaram quase intransitável, um transtorno para motoristas e pedestres

De acordo com Alana Sales, diretora da Defesa Civil Municipal, equipes fazem o monitoramento constante na capital potiguar. A maior atenção está concentrada nas principais áreas de risco, como o bairro de Mãe Luíza, a Comunidade do Jacó, em Petrópolis, e o Passo da Pátria, na Cidade Alta. Vistorias foram feitas neste local nesta segunda (7) para identificar áreas com rachaduras ou alagamentos em residências, mas nenhuma área foi considerada em estado grave.

A ocorrência mais relevante da Defesa Civil aconteceu em outro ponto da cidade: o bairro da Redinha, na zona Norte. Uma rua alagou e a água chegou perto de invadir as casas da vizinhança. Com a redução do volume de chuvas no segundo terço da tarde, o nível da água abaixou e a situação foi controlada. Mesmo após a estiagem, a equipe plantonista da Defesa Civil continua em alerta, sendo possível entrar em contato para avisar sobre ocorrências por meio do 190.

Foi em Natal o registro do maior volume de chuvas do estado durante o fim de semana. Foram 70 milímetros, segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn). No domingo (6), um trecho da avenida Prudente de Morais chegou a ceder em virtude das águas.

Rua Seridó: na tarde chuvosa de ontem, quem estava a pé enfrentou dificuldade para circular
Rua Seridó: na tarde chuvosa de ontem, quem estava a pé enfrentou dificuldade para circular

A precipitação mais repentina, no entanto, veio de forma rápida, nesta segunda-feira. Entre às 12h30 e 14h30, a chuva caiu intensa e alterou o trânsito da cidade. Além do risco de situação semelhante nesta terça-feira, o restante da semana também deve ser nublado, segundo o serviço de meteorologia ClimaTempo.

Nos principais eixos de trânsito de Natal, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) chegou a fechar vias, como a avenida Capitão-Mor Gouveia entre as ruas Jaguarari e São José devido a alagamentos. Em Petrópolis, outros pontos foram identificados, na Afonso Pena, Seridó e rua Mossoró. Guardas municipais estiverem nestes locais para orientar motoristas.

Em Mãe Luíza, no Passo da Pátria e na Comunidade do Jacó, de acordo com a Defesa Civil, a preocupação está voltada para as áreas de encostas, que são propícias a deslizamentos de terra. As construções, muitas feitas de forma irregular, aumentam ainda mais os riscos. Em Mãe Luíza, a última obra de drenagem feita foi a da escadaria, em 2015, após um deslizamento que deixou diversas famílias desabrigadas no local. A Semov está executa obras no bairro para reforçar as barreiras de contenção existentes.

Av. Capitão-Mor Gouveia: morador retira lixo de galerias, para que a água empoçada possa escoar
Av. Capitão-Mor Gouveia: morador retira lixo de galerias, para que a água empoçada possa escoar

Chuvas no RN
No fim de semana, da manhã de sexta-feira (4) até a manhã de ontem (7), a Unidade de Meteorologia da Emparn, registrou chuvas em 36 pluviômetros monitorados diariamente. Nas regiões Agreste e Leste choveu mais forte em Canguaretama, 59,7mm; Monte Alegre, 42mm; Vera Cruz, 41mm; Ielmo Marinho, 24,8mm e ainda em Santo Antonio, Boa Saúde e João Câmara, entre outros municípios.

Na mesorregião Oeste choveu em Baraúna, com um acumulado de  19,7mm; Tibau, 17,6mm e São Rafael, 6,3mm. Choveu ainda em Assu, Parau e Grossos, Já na mesorregião Central choveu mais forte em São Vicente, 12,7mm; Santana do Matos, 12,0mm e ainda em Florânia e Angicos

A previsão para as próximas 24 horas é de predominância de céu parcialmente nublado a claro e pancadas de chuvas em todas as regiões do Estado, principalmente no Litoral Leste, devido a atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), conjuntamente com instabilidades de leste.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários