Chuvas fortes prejudicaram o trânsito

Publicação: 2019-05-08 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Com alerta amarelo para chuvas excessivas durante esta terça-feira (07), o natalense amanheceu e encerrou o dia enfrentando fortes precipitações. O trânsito ficou prejudicado devido às áreas alagadas. A previsão é de pancadas de chuvas a qualquer hora do dia, acompanhadas de trovoadas, até o próximo sábado.

Em Tirol, os alagamentos dificultaram a fluidez do trâsnito no sentido zona sul
Em Tirol, os alagamentos dificultaram a fluidez do trânsito no sentido zona sul

No fim da tarde as chuvas fortes acompanhadas de trovoadas e relâmpagos deixaram vários pontos da cidade com retenção de trânsito. Os principais corredores de Natal foram os mais prejudicados devido ao fluxo maior de carros no horário.

Na marginal da BR101, em Potilândia, o alagamento já conhecido pelos que trafegam rotineiramente pelo local, era o principal motivo de retenção do trânsito, no sentido zona sul- centro da cidade. O trânsito fluiu lentamente no início da noite.

Na outra margem, segundo a STTU, a lentidão se devia ao protesto contra o aumento nos preços dos combustíveis, mas os motoristas enfrentavam a lentidão desde o bairro do Tirol, na altura do Museu Câmara Cascudo, devido às fortes chuvas, como comprovou a reportagem da TRIBUNA DO NORTE.

Na margem da BR-101, em Potilândia, também foi constatado alagamento na tarde de ontem
Na margem da BR-101, em Potilândia, também foi constatado alagamento na tarde de ontem

Na avenida Bernardo Vieira, um dos principais corredores de saída para a Zona Norte de Natal, um trecho próximo à linha férrea também apresentou lentidão devido a alagamento. Na avenida Prudente de Morais, nas proximidades do cruzamento com a avenida Alexandrino de Alencar, uma área baixa, também ficou prejudicada.

A TRIBUNA DO NORTE publicou matéria no dia 21 de abril deste ano, mostrando que para resolver os problemas de drenagem da cidade, seriam necessários R$ 1,5 bilhão de investimento na área. Segundo o Plano Diretor de Drenagem e Manejo de Águas Pluviais da Cidade do Natal , são 84 pontos críticos diagnosticados.

O secretário de Obras e Infraestrutura de Natal, Tomaz Neto, explicou na reportagem, que o montante de R$ 1,5 bilhão é baseado no Plano Diretor de Drenagem, mas a Prefeitura não tem esses recursos para melhorar o sistema de drenagem na capital.







continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários