Cinco meses após primeiro caso, RN chega a 2 mil mortos por Covid-19

Publicação: 2020-08-12 10:49:00
A+ A-
O Rio Grande do Norte ultrapassou nesta quarta-feira (12) as 2 mil mortes por covid. A marca chega exatamente cinco meses após a notificação do primeiro caso da doença, em 12 de março. De acordo com os dados oficiais, são 2.019 mortes. No Brasil, são 103.026 mortes.
Créditos: Leopoldo SilvaRN tem mais de 58 mil casos confirmados da doençaRN tem mais de 58 mil casos confirmados da doença

saiba mais

O Estado possui hoje 58.132 casos confirmados; 20.144 suspeitos; 92.302 descartados e 28.243 curados. No Brasil, nesta quarta-feira, são 3.109.630 de casos confirmados; 763.480 em acompanhamento e 2.243.124 recuperados.

No Nordeste, o Rio Grande do Norte é o 4º com menos mortes causadas pela doença. O estado com menos mortes na região é o Piauí, com 1.526. Depois dele, vem Sergipe, com 1.633 e Alagoas, com 1.700 (de acordo com o portal Covid do Ministério da Saúde).

O estado com mais mortes na região é o Ceará, 8.011 vítimas. O segundo é Pernambuco, com 7.008 mortes. Em terceiro vem a Bahia, com 4.067 óbitos. Em quarto, o Maranhão, 3.204 mortos. A Paraíba, estado vizinho ao RN, registra até o momento 2.046 vítimas.

A governadora do Estado, Fátima Bezerra, publicou nas redes sociais uma mensagem de luto em alusão às pessoas vítimas de covid-19 no Rio Grande do Norte e prestou solidariedade às famílias enlutadas.

Ver essa foto no Instagram

Esse é um dia em que queremos expressar mais uma vez nosso pesar e nossa solidariedade às famílias enlutadas no RN. Mais de dois mil potiguares já perderam a vida em decorrência da covid 19. E todo o esforço e o trabalho incansável que temos desenvolvido estão voltados, desde o princípio, para mitigar essa realidade tão dolorosa. São tempos muito difíceis, onde por vezes vemos instalado o desprezo à vida. É triste ver um país que ultrapassa 100 mil pessoas mortas. Nosso governo tem como missão cuidar do povo potiguar. E não temos medido esforços, políticas públicas e ações coordenadas para fazê-lo. Em memória do Prof. Dr. Luiz Di Souza, da UERN, que faleceu em 28 de março, e foi a primeira vítima da covid 19 em nosso Estado, e em memória de todas as vidas perdidas, estou decretando luto oficial de três dias. Que Deus possa nos ajudar a superar esse momento de dor.

Uma publicação compartilhada por Fátima Bezerra (@fatimabezerra13) em



Matéria atualizada às 15h