Cinco municípios saem do colapso

Publicação: 2018-04-17 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A mudança na condição dos mananciais possibilita a retomada do abastecimento de água em cinco municípios nos próximos dias, segundo a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).   Dessa maneira, reduz para dez o número de cidades em colapso. Anteriormente, eram 15 cidades nessa situação. Devem sair da situação de colapso: Marcelino Vieira, Paraná, Tenente Ananias, Francisco Dantas e Jardim do Seridó.

Açude do Pinga (Cerro Corá) ganha água e volta a abastecer a cidade
Açude do Pinga (Cerro Corá) ganha água e volta a abastecer a cidade

Na região Alto Oeste, uma das mais afetadas com a crise hídrica, a previsão é que quatro municípios tenham o fornecimento de água através da Companhia. Na cidade Francisco Dantas, onde a barragem municipal está sangrando, a Caern trabalha neste momento em ajuste do Sistema de Abastecimento para poder regularizar a distribuição. Já nas cidades de Marcelino Vieira, Paraná e Tenente Ananias, a Caern está analisando a qualidade da água para voltar a abastecer em aproximadamente 15 dias. Com a ativação dos quatro sistemas será beneficiada uma população de aproximadamente 26 mil pessoas. As quatro cidades estavam em colapso de abastecimento.

Jardim do Seridó, que também estava em colapso e tem uma população de cerca de 13 mil habitantes, está passando por uma avaliação dos mananciais disponíveis. A Companhia está verificando a qualidade da água do Açude Zangalheras e de Passagem das Traíras. Ainda na região Seridó, a Caern trabalha para abastecer a cidade de Cerro Corá, por meio do Açude do Pinga, que ganhou água.

Em relação aos rodízios de abastecimento, dois municípios da região Agreste deixaram de integrar a lista. O fornecimento de água está acontecendo de forma regular nas cidades de Espírito Santo e Jundiá. Nas outras 82 cidades, que estão com a distribuição de água em rodízio, permanece com a programação inalterada.

A Caern alerta que as boas notícias de chuvas e retomada no abastecimento não devem diminuir a necessidade de uso consciente da água. “É preciso que a população esteja atenta para o hábito de evitar o desperdício, para que possa contar com maior segurança no fornecimento do produto”, disse a empresa, em nota à imprensa.

Abastecimento
Cidades que devem sair do colapso: Marcelino Vieira, Paraná, Tenente Ananias, Francisco Dantas e Jardim do Seridó

Colapso: 10 cidades
Almino Afonso, João Dias, José da Penha, Luiz Gomes, Pilões, Rafael Fernandes e São Miguel no Alto Oeste, Patu e Messias Targino  no Oeste, além de Cruzeta, no Seridó

Rodízio: 82 cidades
Acari, Afonso Bezerra, Água Nova, Alto do Rodrigues, Angicos, Antônio Martins, Assu, Barcelona, Bento Fernandes, Bodó, Caiçara do Rio do Vento, Caicó, Campo Grande, Carnaúba dos Dantas, Carnaubais, Cerro Corá, Coronel João Pessoa, Currais Novos, Doutor Severiano, Encanto, Equador, Fernando Pedrosa, Florânia, Frutuoso Gomes, Guamaré, Ielmo Marinho, Ipanguaçu, Ipueira, Ipueira, Itaú, Janduís, Jardim de Angicos, Jardim de Piranhas, João Câmara, Jucurutu, Lagoa de Velhos, Lagoa Nova, Lajes, Lucrécia, Macau, Martins, Olho D'Água dos Borges, Ouro Branco, Paraú, Parelhas, Passagem, Pau dos Ferros, Pedra Preta, Pedro Avelino, Pendências, Poço Branco, Portalegre, Pureza, Rafael Godeiro, Riacho da Cruz, Riacho de Santana, Riachuelo, Rodolfo Fernandes, Ruy Barbosa, Santa Maria, Santana do Matos, Santana do Seridó, Santo Antônio, São Fernando, São Francisco do Oeste, São João do Sabugi, São José do Seridó, São Paulo do Potengi, São Pedro, São Rafael, São Tomé, São Vicente, Serrinha dos Pintos, Severiano Melo, Taboleiro Grande, Taipu, Tenente Laurentino, Timbaúba dos Batistas, Triunfo Potiguar, Umarizal, Várzea, Venha Ver e Viçosa.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários