Cine Fest RN anuncia longas da mostra competitiva. Um potiguar está entre os indicados

Publicação: 2018-04-09 15:03:00 | Comentários: 0
A+ A-
O Cine Fest RN divulga, nesta segunda-feira (9), os cinco longas-metragens que participarão da Mostra Competitiva em sua edição de estreia, de 24 a 29 de abril, no Cinemark. A lista definitiva tem quatro filmes de ficção e um documentário. São eles “Arábia”, de Affonso Uchoa e João Dumans; “Açúcar”, de Renata Pinheiro e Sérgio Oliveira; “Nó do Diabo”, de Ramon Porto Mota, Gabriel Martins, Ian Abé e Jhésus Tribuzi; “Torquato Neto – Todas as Horas do Fim”, de Eduardo Ades e Marcus Fernando, e uma novidade, o longa-metragem potiguar inédito “O Mistério das Noites Brancas”, de Lucas Fernandes, Rebecca Pelágio, Lito Trindade. 

Longa potiguar inédito O Mistério das Noites Brancas estreia na Mostra Contempetitiva
Longa potiguar inédito O Mistério das Noites Brancas estreia na Mostra Competitiva

Dos filmes já divulgados anteriormente pela produção do festival, apenas “Gabriel e A Montanha” ficou de fora. A curadoria explicou que o longa de Felippe Barbosa já foi exibido em outra mostra potiguar, e o festival quer privilegiar produções inéditas na mostra competitiva. Embora seja o caso semelhante do documentário “Torquato Neto”, que em novembro do ano passado foi exibido no Cine Sol, realizado pela prefeitura - neste caso, fora de competição - e "Arábia", também exibido na Mostra Nacional de Gostoso. 

A curadoria dos longas e curtas é formada pelo roteirista e autor de novelas Yoya Wursch, o crítico de cinema Rodrigo Fonseca (O Globo, Omelete), os produtores Fernando Muniz e Deivs Wilson, e o crítico potiguar Raildon Lucena.

Filme e festivais literários revisitam vida e obra do poeta, Torquato Neto, morto aos 28 anos
Torquato Neto - Todas as Horas do Fim é o único documentário da mostra competitiva

O Cine Fest RN acontece de 24 a 29 deste mês, com exibições gratuitas nas salas do Cinemark (longas) e Cinépolis (curtas) e sessões alternativas em outros pontos. Além dos cinco competitivos, a sessão de abertura terá a estreia do longa “Nova Amsterdam”, do diretor Edson Soares, coordenador do Cine Fest. Para o encerramento, será exibido o longa documental “Cinema Novo”, de Eryk Rocha, filho do diretor Glauber Rocha. O filme aborda o movimento cinematográfico que revolucionou as criações artísticas dos anos 1960 e 1970. 

Para as mostras competitivas, os curadores selecionaram 30 filmes, entre longas e curtas-metragens, e ainda 10 fotografias. Concorrem nas três mostras competitivas do festival cinco longas nacionais, 10 curtas nacionais e mais 10 curtas  potiguares. 

Longa potiguar 
Escrito e dirigido pelo o jornalista e diretor Lucas Fernandes, o "Mistério das Noites Brancas" é uma realização potiguar do coletivo “Drone em Chamas”, formado por Lucas, Rebecca Pelágio e Lito Trindade. Feito de forma independente, o filme conta com uma associação dos produtores Janaíle Soares (produtora), Vitaly Grinko (produtor associado na Rússia) e Faiazova Lida (produtora executiva na Rússia). 

O drama de ficção, com referências ao romance de Dostoiévski (Noites Brancas), conta a história de um estudante problemático que, para graduar-se na universidade, é condicionado a passar pela orientação do conservador Alexander Vladmirovich. A relação entre o professor e o aluno se desenvolve de forma conflituosa e é duramente afetada quando a melhor amiga de Iuri (Suzane) enfrenta uma profunda depressão, o que traz à tona o passado oculto de Alexander. O elenco é formado por Olavo Bessa e Allana Carvalho. 

Itinerante
 A primeira etapa da programação oficial do Cine Fest RN começa nesta terça-feira (10) com a Mostra Itinerante na Zona Norte de Natal, que segue até quinta (12). Serão oito filmes curtas-metragens com exibição gratuita no Cinépolis do Partage Norte Shopping, sempre a partir das 9h.  Os oito filmes que irão compor a programação foram anunciados ela produção: os curtas ‘Cabra de Peia’, ‘Lugar de Lixo é no Lixo’, ‘Faca Amolada’, ‘Sebastião Canário’, ‘O Baobá e o Poeta’, ‘Minha Bolsa Mágica’, e a animação ‘Traição Não Existe em Guarani’, e ‘Além do Plano’. Os filmes têm média de 13 minutos de duração.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários