Clotilde Tavares estreia no romance após longa carreira literária

Publicação: 2019-12-14 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Tádzio França
Repórter

Escritora veterana, com mais de 10 livros no currículo entre crônicas, novelas, biografias e peças, Clotilde Tavares sentiu que estava na hora de acrescentar uma narrativa mais longa à sua produção literária. Não perdeu tempo. Fez uma campanha relâmpago de financiamento coletivo online, obteve apoios externos, e “De repente a vida acaba” (M3 Editora) veio ao mundo, seu primeiro romance. O livro será lançado na próxima segunda-feira (16), a partir das 18h, no Teatro de Cultura Popular, Tirol. A pianista Priscila Matos fará a trilha sonora ao vivo.

Clotilde Tavares lança seu primeiro romance após uma longa carreira na literatura, com mais de 10 livros no currículo entre crônicas, novelas, biografias e peças
Clotilde Tavares aborda questões como a velhice, solidão e dependência financeira. O livro traz uma bela capa de Danilo Medeiros, sob a ilustração de Ângela Almeida

Clotilde conta ao VIVER que a história de “De repente a vida acaba” já circulava há cerca de quatro anos em sua cabeça, solta, flutuando entre outros projetos e escritos de seu dia-a-dia. “Só na metade deste ano comecei a ver a trama consolidada e resolvi escrever. Até tranquei o curso de história na faculdade pra me dedicar à escrita”, conta ela, que concluiu a produção em outubro. Depois veio a campanha de financiamento coletivo via Catarse.

Foram apenas 50 dias de campanha, na qual ela atingiu pouco mais de 60% da meta. Clotilde também recebeu muitos apoios externos, de pessoas que se identificaram com seu projeto mas não queriam (ou sabiam) usar a plataforma digital de financiamento. “Foi uma campanha vitoriosa no geral. Consegui o suficiente para editar o  livro e pagar todo mundo que me apoiou na produção. É ótimo quando o dinheiro circula na forma de economia criativa”, diz.

Primeiro romance
A escrita do primeiro romance veio a seu tempo, afirma Clotilde. Segundo ela, a dinâmica própria desse gênero literário a fez demorar a se aventurar por ele. “Eu pessoalmente sempre achei o romance mais difícil de se fazer. É uma obra diferente do conto, da novela. Ele exige um enredo mais elaborado, uma formação e aprofundamento psicológico das personagens, uma introspecção maior do escritor. Precisa parar tudo pra escrever, pelo menos na minha visão. Considero que tudo que escrevi antes estava me preparando para isso esse romance”, explica.

“De repente a vida acaba” fala sobre questões gerais da vida, demasiadamente humanas, sob o ponto de vista de duas mulheres separadas por 35 anos de distância. São pessoas que dialogam através do tempo, tendo o ano de 1985 como referência pontual. Maria Eulina sempre quis ser escritora, mas nunca conseguiu realizar o sonho. Ela leva sua vida refém de um passado que não consegue superar. Já Aline é livre, independente e deseja apenas curtir a vida.

Clotilde explica que através da personagem mais velha aborda questões femininas e, no geral, humanas, como os problemas da velhice, solidão, dependência financeira, e frustrações variadas. Já a personagem mais jovem passa por outros conflitos típicos da idade, como amores, traições, e o aborto. A autora fala que, apesar dos assuntos sérios, a abordagem tem pitadas de humor e ironia. A base da trama, segundo a autora, é discutir como as pessoas condicionam sua vida à projeção das outras, e não delas mesmas. “São pessoas que não fazem o que realmente querem. O mundo está cheio disso”, ressalta.

Apesar de alguns temas sofridos, o leitor não precisa sofrer junto, brinca Clotilde. “Não é um livro arrastado – nem mesmo no formato da escrita. Não tem um travessão. As conversas estão alinhadas numa narrativa em forma de diálogos interiores. É um livro que tem graça, apesar de não ser cômico”, define.  A história se desenrola entre 248 páginas. A capa traz uma bela programação visual  de Danilo Medeiros, sob a ilustração da capa de Ângela Almeida. Após o lançamento, o livro será comercializado apenas online.

De repente...este é o segundo livro que Clotilde lança em 2019. Em agosto ela soltou um infantil, lançado na Paraíba. E a escritora não para: já começou a escrever outro livro, outro romance. “Acho que gostei da coisa. Já comecei a escrever outro para não ficar naquele limbo que rola toda vez que um escritor acaba um livro e tem que se despedir dos personagens”, diz. Segundo ela, o novo romance será bem diferente do outro, com bem mais personagens, tramas paralelas, e tudo mais. 

Serviço:
Lançamento de “De repente a vida acaba”.
Segunda, às 18h, no TCP (Rua Jundiaí, 641, Tirol)
Preço: R$40.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários