Cookie Consent
Viver
Clube de Quadrinhos realiza encontro hoje
Publicado: 00:01:00 - 26/05/2022 Atualizado: 22:33:33 - 25/05/2022
O clássico “Maus”, de Art Spielgman, é o livro escolhido para conduzir a primeira reunião do Clube de Quadrinhos da UFRN. O encontro será nesta quinta-feira (26), às 17h, no Café Mahalila, ao lado do campus. Após a apresentação da obra, o grupo realizará um debate sobre o roteiro e a composição artística do quadrinho. A iniciativa visa promover o debate e o interesse pelas histórias em quadrinhos, focando em grandes obras representativas desse gênero. As inscrições podem ser feitas diretamente no Sigaa.

Divulgação
“Maus”, de Art Spielgman estará no primeiro encontro

“Maus”, de Art Spielgman estará no primeiro encontro


O Clube de Quadrinhos, que tem como subtítulo “A Sociedade Secreta das Sarjetas” (referência ao filme Sociedade dos Poetas Mortos), é um projeto do Departamento de Línguas e Literaturas Estrangeiras Modernas (DLLEM), coordenado pelo professor François Weigel. Segundo ele, o título revela as intenções do clube em apresentar discursos pela quebra do conservadorismo acadêmico e pelo estímulo à leitura – além de mencionar o pequeno espaço em branco entre os quadrinhos intitulado “sarjeta”. 

O projeto busca alimentar as discussões de forma leve, mas com perspectivas instigantes que possam iluminar as especificidades do gênero textual quadrinho. Além disso, a imaginação dos leitores será trabalhada para além do sentido estabelecido nas vinhetas da história, objetivando desenvolver as habilidades interpretativas dos participantes. Terminadas as sessões de leitura, serão realizadas pequenas exposições de artes visuais, no próprio Mahalila, por alunos e membros voluntários do público, baseadas nas obras discutidas. 

“Maus” é uma graphic novel serializada de 1980 a 1991 pelo cartunista norte-americano Art Spielgman. A obra utiliza técnicas pós-modernistas e representa judeus, alemães, poloneses e americanos como ratos e gatos, no contexto da Segunda Guerra Mundial. A trama é baseada nas memórias do pai do autor, um judeu polonês sobrevivente do holocausto. Em 1992, tornou-se a primeira publicação do gênero a ganhar o Pulitzer, prêmio concedido a trabalhos de excelência nas áreas de jornalismo, literatura e música.

Serviço:
1º encontro do Clube de Quadrinhos da UFRN. Quinta, às 17h, no Café Mahalila. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte