CNH-e passa a ser emitida no RN a partir de terça

Publicação: 2018-03-03 00:00:00
A emissão da Carteira Nacional de Habilitação eletrônica (CNH-e) no Detran do Rio Grande do Norte começará a partir desta terça-feira (6). A informação é do diretor-geral do órgão, Eduardo Machado. A nova ferramenta é opcional e possibilita que os motoristas tenham a CNH digitalizada no smartphone por meio de um aplicativo chamado CNH Digital, disponível para as plataformas Android e IOS.

Créditos: José CruzPara obter a versão eletrônica da habilitação, primeiro passo é se cadastrar no site do DenatranPara obter a versão eletrônica da habilitação, primeiro passo é se cadastrar no site do Denatran

Para obter a versão eletrônica da habilitação, primeiro passo é se cadastrar no site do Denatran

A CNH-e pode ser emitida sem custos, caso o condutor já possua o documento de habilitação com o QR Code – código específico de leitura para aparelhos eletrônicos. Todas as carteiras emitidas a partir de maio de 2017 contém o código. Senão, é preciso solicitar uma nova via do documento ao Detran, a uma taxa de R$ 4. “Será um serviço simples e barato”, afirmou Eduardo Machado.

As vantagens da CNH-e, de acordo com o Denatran, são as maiores praticidade, segurança, utilidade e economia. A via eletrônica permite que o cidadão encaminhe documentos PDFs para órgãos públicos e empresas que  possuem processo eletrônico, evitando por exemplo o custo com impressão, autenticação e digitalização do documento.

O documento também pode ser utilizado durante a abordagem de agentes de trânsito. Entretanto, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) chama a atenção para os celulares descarregados. Caso o motorista não seja com a CNH física e sem o smartphone funcionando, sofrerá multas.

Para obter a CNH-e, o primeiro passo é ir ao site do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e realizar um cadastro. É preciso ir depois ao Detran/RN para confirmar presencialmente os dados cadastrais para evitar fraudes. Com a confirmação, o interessado retorna ao site do Denatran e solicita um código de ativação. Com a senha cadastrada e o código em mãos, o acesso ao aplicativo celular já pode ser feito.

Passo a passo para a emissão da CNH-e
1. Verifique se sua CNH de papel foi emitida a partir de maio de 2017 e se possui QR Code, ele se localiza na parte interna do documento.

2. Baixe o aplicativo da CNH Digital nas Lojas iTunes (iOS) e Play Store (Android).

3. Faça o cadastro no Portal de Serviços do Denatran.

4.
Vá à sede do Detran/RN levando a CNH de papel para conferir presencialmente seus dados cadastrais. Isso é necessário para que eles tenham certeza de que o usuário é mesmo você. Afinal, a CNH é um documento que tem fé pública. Se, por algum motivo, já possuir certificado digital, não é necessário ir ao Detran.

5. Com o acesso ao Portal de Serviços do Denatran e com os dados confirmados pelo Detran, é possível solicitar um código de ativação para a CNH Digital, que será envidado por e-mail.

6. Agora entre no aplicativo, use a senha de acesso do portal, e digite o código de ativação.

7. Um último passo: o aplicativo vai pedir para você criar uma senha mais simples, de quatro números, tipo a de banco, que o usuário digita toda vez que for acessar a carteira. Isso foi criado para facilitar o acesso, já que a senha do portal é mais comprida e complicada, com letras e números.


Leia também: