Cobrança da promessa

Publicação: 2019-12-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Notas e Comentários
colunanotas@tribunadonorte.com.br

O deputado federal General Girão (PSL) cobrou que a governadora Fátima Bezerra (PT) cumpra a promessa de campanha para pagar os salários atrasados de servidores estaduais. “Na campanha, ouvimos afirmações de que os salários atrasados iriam ser pagos. Hoje, depois de quase um ano de gestão, a realidade não se alterou, principalmente para os prestadores de serviços e os servidores", afirmou Girão.

”Politicamente incorreto”
O deputado Fábio Faria publicou um artigo, na página de opinião da Folha de São Paulo, no qual destaca características do apresentador Sílvio Santos. O texto foi publicado na data do aniversário do apresentador, com o título “Sílvio Santos, o politicamente incorreto”. “Desde sempre, contraria o roteiro, foge do script, com a naturalidade que lhe é peculiar. Mas agora, qualquer improviso seu gera narrativas infundadas. Atribuem a ele culpa e aversão que não lhe cabem, em absoluto”, disse Fábio Faria, que é genro do apresentador.

Elogio a Greta
O ex-prefeito Carlos Eduardo usou as redes sociais para elogiar a atuação de Greta Thunberg e sugerir ao presidente Jair Bolsonaro que respeite as opiniões divergentes. “Greta Thunberg é a personalidade do ano, pela revista Time. Definitivamente, precisamos de mais 'pirralhas' para tornar nosso planeta melhor. Respeitar a posição de outras pessoas cairia bem a Bolsonaro”, disse Carlos Eduardo.

Filiação ao MDB
O prefeito de São José de Mipibu, Arlindo Dantas,  vai ser filiar ao MDB nesta sexta-feira. O ato de filiação será na sede do partido, às 11h, com a presença do presidente MDB, Walter Alves, e do ex-senador Garibaldi Filho. Arlindo Dantas é pai do ex-vice-governador Fábio Dantas.

Protesto dos servidores
O Sindicato dos Servidores da Saúde (Sindsaúde) convocou uma manifestação para hoje, a partir das 9h, na Governadoria, contra a reforma da Previdência estadual. Os sindicalistas também vão protestar contra a demora no pagamento dos salários em atraso.

Agricultura
Em pronunciamento, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (12), o deputado estadual Hermano Morais, destacou o trabalho feito para o fortalecimento da cajucultura do Estado.  O deputado parabenizou a Federação da Agricultura e Pecuária (Faern) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural no Rio Grande do Norte (Senar). “A atividade de fortalecimento da cajucultura, realizada pelo Faern e pelo Senar, é muito importante e tem sido objeto de preocupação e de apoio do nosso mandato”, disse Hermano Morais.

Filha de Lula 
O senador Rogério Carvalho (PT-SE) contratou Lurian Cordeiro Lula da Silva, filha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para ser assistente parlamentar em seu gabinete. Lurian pediu demissão da Assembleia Legislativa do RJ, onde estava nomeada com um salário líquido de R$ 5.715,49, para ter uma remuneração de R$ 10.763,57 (incluindo auxílio-alimentação) no Senado. A nomeação de Lurian foi publicada nesta quinta-feira, 12, no Boletim Administrativo do Senado.

Perfis partidários
Embora o partido Aliança pelo Brasil, proposto pelo presidente Jair Bolsonaro, ainda não exista, já há, nas redes sociais, quase 200 páginas relacionadas à sigla em formação. Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo encontrou 86 perfis no Instagram, 31 no Twitter e 76 páginas no Facebook usando o nome e o logo da legenda em criação A maioria das páginas no Twitter e no Facebook foi criada após o anúncio do nome do partido, em novembro. Algumas das páginas guardam registros que eram usados para comunicar, extraoficialmente, ações de diretórios municipais do PSL, partido do qual Bolsonaro se desfiliou. Ao menos dois terços dessas páginas não informam que não são oficiais. Há algumas semanas, nas três contas oficiais, orientações reforçam que apoiadores sigam e compartilhem conteúdos apenas dos perfis verificados.

Reforma tributária
O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que criará a comissão mista para discutir a reforma tributária apenas em 2020. O governo aguarda a criação para enviar um texto próprio de reforma. "Não adianta criar a comissão agora no recesso, vou criar quando voltar, em fevereiro", disse Alcolumbre, após participar de cerimônia no Tribunal de Contas (TCU). O presidente disse que ainda há dúvida sobre a duração da comissão, se será 90 ou 120 dias. Alcolumbre declarou ainda que seu compromisso é pautar o projeto do novo marco legal do saneamento no ano que vem e que o texto pode ser alterado no Senado. "Câmara dos Deputados e Senado têm legitimidade de alterar qualquer matéria. Vamos tentar no Senado fazer um texto que concilie com o texto da Câmara", completou o presidente do Senado.



continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários