Com 11 casos confirmados, cidade do interior do RN anuncia lockdown e multa de R$ 150

Publicação: 2020-05-11 18:36:00
A+ A-
Ícaro Carvalho
Repórter

A Prefeitura Municipal de Itaú, cidade distante 309 quilômetros de Natal, vai decretar o lockdown, isto é, o isolamento total do município e a regras mais rígidas para a quarentena. A informação foi confirmada pelo prefeito Ciro Bezerra à TRIBUNA DO NORTE. O decreto que vai estabelecer as diretrizes para o lockdown será publicado no Diário Oficial do Município nesta terça (12). Com a regra, Itaú passa a ser o primeiro município do Rio Grande do Norte a adotar a medida. Ao todo, Itaú possui 11 casos confirmados de coronavírus.

Créditos: DivulgaçãoFuncionamento clandestino de uma casa de jogos motivou o bloqueio totalFuncionamento clandestino de uma casa de jogos motivou o bloqueio total
De acordo com o prefeito Ciro Bezerra, um número foi disponibilizado nas redes sociais para denúncia de violações do isolamento por parte da população. A medida de adotar o isolamento total se deu após a execução de 30 testes em pessoas que violaram o distanciamento social em uma casa de jogos, que segundo o prefeito, estava funcionando de forma clandestina. O prefeito disse ainda que opiniões de autoridades em saúde de Mossoró e de outras cidades foram consultadas antes da medida ser anunciada.

"Editamos um decreto e está contido várias ações e dispositivos para que a população fique em casa. Só será permitida a abertura de estabelecimentos comerciais essenciais, como supermercados, padarias, farmácias e alguns pontos de atendimentos bancários. Vamos restringir o número de pessoas na rua, tanto com carro e motos. Teremos apenas um acesso para cada bairro. Nesse acesso teremos barreiras com seguranças para orientar. Até sexta não tínhamos nenhum caso confirmado, mas um caso atípico levou fazermos 30 testes e 11 deram positivo. Tomamos essa medida urgente, Itaú é uma cidade pequena", disse o prefeito à TRIBUNA DO NORTE.

De acordo com ele, o apoio logístico terá quatro seguranças em cada barreira e a Polícia Militar também vai apoiar a ação. Cada bairro terá apenas um acesso e cada saída, com servidores da vigilância sanitária e assistência social trabalhando com orientações e permissões dos acessos dos munícipes a outros pontos da cidade.

"Se o cidadão vai sair de casa para ir a outro bairro para fazer uma feira, por exemplo, vai passar na primeira barreira e vai dizer o que vai fazer. Vai ser permitida a saída. Quando ele chegar em outro ponto, em outro bairro, vai ter uma  comunicação entre eles. Não pode ter ninguém em calçada, nem aglomerações. Só vai se for realmente serviços essenciais", complementou.

Em casos de descumprimento, segundo o prefeito, há uma multa prevista de R$ 150. Há ainda uma situação específica para as pessoas monitoradas pela prefeitura, que são cerca de 88, atualmente. "Se forem encontradas essas pessoas na rua, vai ter a condução coercitiva para um isolamento que a prefeitura fez no hospital Marcolino Bessa, um isolamento compulsório", comentou. 

Localizada no Alto Oeste do Rio Grande do Norte, a cidade de Itaú tem 5,9 mil habitantes. "Vamos fazer, vamos ver como vai ficar nos primeiros dias para que possamos ter nossa vida cotidiana voltada ao normal o mais rápido possível", concluiu.










Deixe seu comentário!

Comentários