Com show de Wallyson, ABC bate Vitória e se isola na liderança do grupo B

Publicação: 2018-02-10 18:05:00 | Comentários: 0
A+ A-
O torcedor abecedista que deixou de ir ao Frasqueirão para brincar o Carnaval perdeu um grande espetáculo da equipe alvinegra, que bateu o Vitória por 3 a 1 e se isolou na liderança do grupo B da Copa do Nordeste. A equipe baiana, que vinha de uma jornada invicta, não conseguiu conter a força dos jovens atacantes potiguares. Wallyson, Fessin e Jorge Eduardo animaram o Sábado de Zé Pereira para quem compareceu ao estádio. O resultado praticamente colocou o ABC na segunda fase.
Wallyson abriu o placar para o ABC
Wallyson marcou primeiro gol do ABC e participou dos outros dois do alvinegro no triunfo sobre o Vitória (foto: Adriano Abreu)

A bola começou a rolar e as equipes apresentaram suas credenciais, mostraram que ambas estavam dispostas a buscar o placar. Logo no primeiro ataque, o ABC assustou com Tonhão, após um cruzamento de Ervélton e falha do goleiro na tentativa de cortar o lance. Mas o susto não tirou o ímpeto de ataque dos baianos que tocavam a bola com paciência, rondavam a área abecedistas, mas não conseguiam concluir. 

O que não estava nos planos mesmo foi a bobeira do volante Yago, que estava com a bola dominada, sofreu o combate de Matheus, se enrolou, perdeu o domínio para Erivélton, que cruzou e encontrou Wallyson livre na área. O camisa 11 dominou e bateu firme para fazer 1 a 0 ABC.

Sem mostrar abatimento com o gol, mas preso na marcação alvinegra, o time rubro-negro tinha dificuldades em armar suas jogadas de ataque, geralmente quando não terminava em passes imperfeitos, a bola parava nas mãos de Edson. Enquanto isso, o ABC quase marcou o segundo novamente com Wallyson, que tentou um gol olímpico, mas Fernando Miguel conseguiu mandar a bola para escanteio.

Enquanto isso, o Vitória seguia buscando e gol, que saiu após uma falha de Felipe Guedes na saída de bola, que resultou em falta para o Vitória. O rubro-negro conseguiu construir sua primeira jogada de perigo, com André Lima perdendo a primeira chance, depois de dividir com Samuel na área. A bola foi para escanteio e, após cobrança, os baianos conseguiram achar novamente André Lima na área, que subiu mais alto que os zagueiros e testou para fundo da rede, aos 27 minutos.

Preocupado com preparo físico e se dosando, os potiguares entregaram a posse de bola para os baianos, que mantiveram a proposta de jogo, valorizando a posse e buscando sempre as duas pontas. O ABC visivelmente jogava por uma bola, buscando explorar os contra-ataques. 

A bola que tanto esperou até que surgiu, mas Erivélton desperdiçou a boa oportunidade, após receber de Wallyson e chutar por cima da trave, com o gol todo a sua frente. Depois, cobrando falta ao lado da área, Wallyson obrigou Fernando Miguel e realizar outra boa defesa.

No segundo tempo, o ABC decidiu ir para cima do Vitória, criou duas boas oportunidades com Wallyson e depois com Matheus, que chutou para Fernando Miguel realizar outra grande defesa. O técnico Mancini percebeu que Lucas Marques estava com dificuldade de marcação aos atacantes abecedista e substituiu o atleta, colocando Ramon em seu lugar para tentar fechar o buraco em sua zaga.

Mesmo assim, a estrela de Fessin começou a brilhar, ele se livrou de três marcadores, lançou Wallyson que ganhou do zagueiro na corrida e acabou se enrolando com Bruno Bispo na área, caiu, mas o juiz não deu o pênalti. Depois dos sustos, o Vitória conseguiu equilibrar as ações novamente, arriscando duas vezes de fora da área.

Depois de passar um período sem chegar muito na área adversária, o ABC ficou de novo em vantagem no placar após uma boa descida pelo lado direito, quando Jorge Eduardo deu um belo passe para Wallyson, que surgiu livre na cara do gol. O atacante bateu, o goleiro fez a defesa parcial e, no rebote, Fessin pegou e mandou para o fundo da rede.

Em busca do empate e aberto em seus sistema de marcação, o Vitória recebeu o golpe fatal aos 43, quando Fessin lançou Wallyson, que não tomou conhecimento da marcação, escapou da falta e ficou de cara com Carlos Miguel, ai ele só deu um toque de lado deixando Jorge Eduardo livre para fazer 3 a 1 e dar números finais à partida.

Com 9 pontos em 3 jogos, o ABC é líder isolado, seguido pelo Vitória, que tem 6. Globo e Ferroviário ainda não pontuaram e se enfrentam no dia 21 de fevereiro, em Ceará-Mirim. Já ABC e Vitória voltam a se enfrentar no dia 11 de março, em Salvador, pela 4ª rodada da competição regional. 

Ficha Técnica

ABC 3 x 1 Vitória

ABC: Edson, Arêz, Tonhão, Samuel e Igor; Anderson Pedra (Higor Leite), Felipe Guedes, Erivélton (Jorge Eduardo) e Fessin; Matheus (Jardel) e Wallyson. Técnico: Ranielle Ribeiro.

Vitória: Fernando Miguel, Lucas Marques (Ramon), Kanu, Bruno Bispo e Bryan; Uillian Correia, Yago, Juninho (Fillipe Souto), Neílton; Rhayner e André Lima (Denílson). Técnico: Wagner Mancini.

Árbitro: Pablo dos Santos Alves
Gols: Wallyson/ABC (7’/1ºT), André Lima/VIT (27’/1ºT), Fessin/ABC (35’/2ºT), Jorge Eduardo/ABC (43’/2ºT)
Público: 1.133 torcedores
Renda: R$ 19.760,00
Local: Estádio Frasqueirão

continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários