Concessionárias na China dão bônus a clientes para vender

Publicação: 2020-05-31 00:00:00
A+ A-
Um executivo de vendas da Geely em Hangzhou, diz que as vendas de sua concessionária subiram 30% em abril ante a março. Espera alta de 25% em maio. A  maioria registrou saltos de dois dígitos nas vendas de abril em comparação a março e muitas esperam que as vendas de maio cresçam pelo menos mais 10%.

Esses esforços ajudaram a China a registrar o 1o- crescimento positivo nas vendas de carros em quase dois anos, alta de 4,4% em abril em relação ao mesmo mês do ano anterior.

Crise pode piorar

Mas a indústria automotiva continua muito preocupada. Espera que qualquer momento de demanda bloqueada em fevereiro e março se esgote no final de maio.Depois disso, as perspectivas para gastos do consumidor são "sombrias", pois o coronavírus continua a pressionar a economia global, incluindo as exportações da China.

Além disso, executivos do setor acreditam que as ofertas generosas a clientes podem ditar a volta à guerra de preços.

Feng Xingya, gerente geral da montadora estatal GAC, que tem parcerias com a Toyota e a Honda, acredita que uma guerra de preços está chegando.

Isso aconteceu duas vezes em um passado recente. Em 2018, os preços de lista foram afetados, com o mercado automotivo da China começando a enfraquecer após duas décadas de forte crescimento.Em meados de 2019 foram adotados incentivos após a caótica adoção de emissões.