Confira o line up completo do MADA, que chega aos 21 anos nos dias 18 e 19 de outubro, na Arena das Dunas

Publicação: 2019-10-05 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Em contagem regressiva iniciada, o Festival MADA 2019 acaba de divulgar seu lineup completo. A curadoria deste ano apostou pesado nas tendências atuais da cena musical brasileira, trazendo pela primeira vez à Natal nomes como a carioca MC Tha, que incorpora ritmos ancestrais ao rap; a paulista Luíza Lian, com sua poesia eletrônica e pop; o rapper mineiro Djonga, com sua lírica afiada; a brasiliense Flora Matos; a banda paulista Teto Preto. Dentre as headliners, Baiana System, com disco novo lançado no primeiro semestre deste ano, e Natiruts e Baco Exu do Blues, com discos divulgados no final de 2018. A cena local marca presença com Bex e Zé Caxangá, ambos com trabalhos recentíssimos, além de Plutão Já Foi Planeta, Potyguara Bardo e Mad Dogs, com show em comemoração aos 25 anos de carreira, além de diversos djs da crescente noite eletrônica da cidade. O MADA acontece entre os dias 18 e 19 de outubro, no Arena das Dunas.

Em I Love, Natiruts alcança outros ritmos além do reggae, dialogando com R&B e eletrônica
Em 'I Love', Natiruts alcança outros ritmos além do reggae, dialogando com R&B e eletrônica

Produtor geral do festival, Jomardo Jomas destaca a pluralidade do lineup – uma marca do evento, mas que nesta edição ganhou ainda mais incentivo. “Esse ano reforçamos ainda mais o viés da diversidade musical, apostando nessa representatividade dos mais variados artistas e trabalhos, sempre acreditando que temos essa responsabilidade como festival”, diz o produtor. “O Mada eu poderia dizer que em 2019 aposta forte nas novidades musicais brasileiras”.

Juntando os dois dias, serão 22 horas de música sem intervalos. Mas esta edição traz mudanças. O festival experimenta novo formato com um único grande palco no gramado e o segundo palco similar, montado no mezanino. O formato atende um pedido do público, pois com a chegada do MADA na Arena as longas distâncias entre os palcos dificultava o público de chegar em tempo hábil para ver todas as ativações do evento, especialmente neste ano, com a integração de várias áreas do complexo Arena das Dunas e o retorno da Tenda Eletrônica – um espaço para experimentações musicais com muitos beats eletrônicos e horário estendido até 5h da manhã.

A paulista MC Tha incorpora ritmos do candomblé ao rap
A paulista MC Tha incorpora ritmos do candomblé ao rap

Na Feira Mix o festival terá a loja 5Rs, Contém Glitter, In Mare Pratas, Lassana Moda Africana, Pintou New, Urban83, Vintedois, Mada Store (Merchan do festival e dos artistas), Banca Ninja e BET - Bicha Extraterrestre. O festival ainda contará com praça de alimentação e área de convivência ampliada. O MADA 2019 conta com patrocínios da TNT Energy Drink, Itaipava, Sympla, Unimed Natal, Prefeitura de Natal e Lei Djalma Maranhão.

Hip Hop e New MPB
No MADA 2019 estarão em evidência o hip hop contemporâneo e a chamada nova MPB, apresentando artistas que estão renovando esses gêneros. O rapper Baco Exu do Blues volta ao MADA para lançar “Bluesman”, cujo videoclipe conquistou em 2019 o Grand Prix  na categoria "Entertainment for Music" do festival Cannes Lions. Também bebendo no rap, está a carioca MC Tha, que incorpora ao seu som ritmos ancestrais dos orixás (“Rito de Passá” é seu novo disco), bem como o cantor Djonga, escritor e compositor mineiro que chama a atenção por fortes críticas sociais, além da rapper de Brasília Flora Matos, que aos 30 anos já conta longa estrada musical com discos lançados e tours pela Europa.

Rapper e cantora, Flora Matos traz som moderno e articulado
Rapper e cantora, Flora Matos traz som moderno e articulado

Com influências do jazz e MPB, além de ritmos baianos, a baiana Luedji Luna, trazendo músicas do álbum “Um Corpo no Mundo”. Luíza Lian vem com sua poesia eletrônica e ao mesmo tempo pop do disco “Azul Moderno”. Tem também a cena eletrônica, new wave e jazzística da banda Teto Preto, assim como a identidade pop retrô anos 80 da banda recifense Bule.

Entre as headliners, impossível não incluir o terceiro disco do Baiana System (“O Futuro Não Demora”), que completa dez anos de carreira renovando os ritmos baianos. E uma das bandas de reggae mais queridas e longevas do pop brasileiro, a Natiruts, que está de fôlego novo com o disco “I Love”, que conta com parcerias de Gilberto Gil (“Verde do mar de Angola”), Morgan Heritage (“I Love”), Katchafire (“Mergulhei nos teus olhos”).

Com ‘Bluesman’, Baco Exu do Blues se notabiliza como um grande frasista da nova música brasileira
Com ‘Bluesman’, Baco Exu do Blues se notabiliza como um grande frasista da nova música brasileira

Do RN, aparece a jovem cantora BEX, nome em ascensão no cenário eletrônico alternativo de Natal, que estreia em disco com “Clocking Days”, um registro de peito aberto, mostrando o caminho para superar um coração partido. Também lançado disco novo chega o músico Zé Caxangá e Seu Conjunto, que lançou há poucas semanas o EP “Demons”.

Do Rock in Rio para o palco do Mada vem Plutão Já Foi Planeta, que retorna ao festival com single novo – enquanto prepara um álbum com músicas somente de compositores potiguares.Outra novidade é Mad Dogs comemorando 25 anos e Potyguara Bardo, que depois de um esfuziante show no ano passado aparece novamente no lineup, só que agora em um dos palcos principais.

Programação

Palco TNT
01:30h Luiza Lian

23:30h Baiana System

22:00h Baco Exu do Blues

20:50h Potyguara Bardo

19:30h Mad Dogs

Palco T
19h DJ convidado

20:30h Pedrex

21:40h Mc Tha

23:10h Teto Preto

00:30h Triptapes

01:20h Lizawaves

02:30h Nadejda

03:20 Jv

04:10h  Jovick

19/10
Palco TNT

02h Djonga

00h Natiruts

22:30h Flora Matos

21:10h Plutão Já foi Planeta

20h Luedji Luna

19h BEX

Palco T
19h T Yuri

20h Atração surpresa

21h Ouen

22h Zé Caxangá e seu Conjunto

23h Bule

0h Frank

01h Akaaka

02h Gameshark b2b Necro

03h Blue & Red

04h Hunter










continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários