Confira quais são os destaques da semana

Publicação: 2020-03-26 00:00:00
A+ A-
Estreia hoje o documentário "Quarentena - 24 horas em Wuhan" - TV Brasil, 23h30
A TV Brasil apresenta o documentário inédito "Quarentena - 24 horas em Wuhan" na faixa DOC Especial desta quinta. A produção revela a rotina nos bastidores de cidade chinesa de Wuhan, epicentro da pandemia de coronavírus, e destaca iniciativas de heróis anônimos da comunidade que fazem o possível para manter o surto da Covid-19 sob controle. Produzida pela CGTN América, que faz parte do Grupo de Mídia da China, a obra ganha exibição no país e fica disponível no aplicativo EBC.

Novo fôlego para The Blacklist - AXN, 22h
Com a oitava temporada confirmada pela NBC, a série The Blacklist supera boatos de corte devido à baixa audiência. E para os fãs que acompanham a trajetória do criminoso internacional Raymond Reddington , a outra notícia é que o canal AXN começa a exibir a sétima temporada. Estrelada por James Spader e Megan Boone. Antes do hiato desse sétimo ano, vimos como Katarina (Laila Robins) deu o que falar e no quanto se intrometeu na vida da filha Liz e da neta Agnes em busca de informações.

Nova temporada de Extreme Makeover, reconstrução total - Discovery H&H, 23h15
Era 2005 quando a série vencedora do Emmy® Extreme Makeover, reconstrução total passou a fazer parte da programação dos canais Discovery no Brasil, inaugurou um formato que logo seria uma das grandes preferências do público local: reality shows que ajudam famílias que precisam muito de um novo lar, com a reforma ou reconstrução de seus imóveis. Quinze anos depois, a série está de volta com Jesse Tyler Ferguson, de Modern Family, e com a participação dos designers Breegan Jane, Carrie Locklyn.

Episódio duplo em Cold Case, Lily reabre um caso de 1998 - A&E, 21h10 e 22h
Estrelada por Kathryn Morris como a agente Lily Rush, Cold Case acompanha o trabalho da Divisão de Homicídios da Filadélfia responsável por solucionar crimes antigos não resolvidos. No primeiro de hoje, Aranhas, a equipe reabre um caso de 1998, em que uma adolescente foi assassinada depois de que seu pai foi preso por bater selvagemente em sua irmã de apenas três anos. Apesar de o pai ser o principal suspeito, logo descobrem que a vítima tinha escapado com um ex-detento neonazista. 

As Primeiras 48 Horas, sete pessoas são baleadas em New Orleans - History, 18h50
Uma corrida contra o relógio! Para conseguir o maior número de evidências possíveis, técnicos forenses devem investigar o local onde acontece um crime no máximo dois dias após o ocorrido. Assim, aumentam as chances de encontrar material genético, impressões digitais, pegadas e fibras de tecido, entre outras evidências. A produção do A&E acompanha o real trabalho desses detetives na série As Primeiras 48 Horas. A cada novo crime, equipes de homicídio de cidades dos Estados Unidos correm contra o tempo.





Deixe seu comentário!

Comentários