Cookie Consent
Natal
Conselho diz que médicos ocuparam 60% das vagas
Publicado: 00:00:00 - 11/12/2018 Atualizado: 23:34:53 - 10/12/2018
Mais de 60% dos candidatos com registro no Brasil e que se inscreveram no edital de convocação para as vagas do programa Mais Médicos já se apresentaram no Rio Grande do Norte. A informação é da presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems), Débora Costa. De acordo com a gestora, 100% das 139 vagas disponíveis no estado já foram preenchidas. Os profissionais inscritos têm até a próxima sexta-feira (14) para se apresentar ao município onde vão atuar.

Adriano Abreu
Ivana Fernandes, coordenadora do programa, diz que municípios vão ter dificuldades

Ivana Fernandes, coordenadora do programa, diz que municípios vão ter dificuldades

Ivana Fernandes, coordenadora do programa, diz que municípios vão ter dificuldades

Segundo o Ministério de Saúde, mais de 50% dos médicos se apresentaram para as vagas de todo o país. A principal preocupação dos gestores de saúde do RN, como também em outros estados, é a migração dos médicos da Estratégia de Saúde da Família (ESF) para o Mais Médicos. No último levantamento da Cosems, 110 profissionais desfalcaram a saúde básica de 158 municípios do estado para se inscrever no programa federal.

Segundo a coordenadora da comissão do Mais Médicos no Rio Grande do Norte, Ivana Fernandes, o problema já era previsto após o anúncio de saída dos médicos cubanos do Brasil. “O Ministério da Saúde orientou aos gestores que a melhor forma de contratação seria através de concurso, mas como esses municípios menos não tem condição de fazer, a única solução de fazer essa reposição dos profissionais é através de contratação direta, com contratos de 6 meses e possibilidade de renovação por mais 6 meses”, explica Ivana.

O Rio Grande do Norte perdeu 110 médicos em equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF) por conta da migração dos profissionais para o programa Mais Médicos. É o que mostra um levantamento divulgado pelo Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems-RN). Vale salientar que esse número ainda pode ser maior, visto que só 158 das 167 cidades potiguares responderam. Desse contingente de médicos que migraram para o programa federal, o Conselho informou que a saída não necessariamente é para municípios do Estado contemplados com o edital do Mais Médicos.

Em nota, a Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn) definiu a realidade  como “inesperada e indesejável”. “A situação tem causado inúmeros transtornos e angústia, tanto para a nossa população, que está sem o necessário e merecido atendimento básico de saúde, bem como para os Gestores Municipais”, destacou o presidente José Leonardo Cassimiro de Araújo, prefeito de São Paulo do Potengi.

Números
139 é o número de vagas ofertadas para o Mais Médicos no Rio Grande do Nortew 100% das vagas já foram preenchidas

Mais de 60% médicos já se apresentaram

Cerca de 79% dos inscritos migraram do ESF



Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte