Contrato do Eixo Norte da transposição está assinado

Publicação: 2017-04-21 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
As obras remanescentes da primeira etapa (1N) do Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco podem ser retomadas na próxima semana, o que possibilitará que as águas do rio cheguem ao Ceará e ao Rio Grande do Norte até o fim do ano.

Serviços no Eixo Norte do projeto de transposição devem ser retomados na próxima semana
Serviços no Eixo Norte do projeto de transposição devem ser retomados na próxima semana

A informação é do Ministério da Integração Nacional, que assinou ontem contrato com o Consórcio Emsa-Siton, vencedor de licitação para concluir as obras desse trecho, projetado para beneficiar mais de 7 milhões de pessoas nos dois Estados, além de Pernambuco e Paraíba.

O valor do contrato é de R$ 516,84 milhões. Os pagamentos dos recursos federais às construtoras são feitos conforme o andamento da obra, após apurações mensais de serviços executadas por equipe técnica do ministério. "O Projeto São Francisco é uma prioridade do governo federal, tendo em vista a crise hídrica no Nordeste. O Eixo Norte não estava parado. As obras do Eixo Norte são divididas em três etapas. A meta 1N estava em licitação. As metas 2N e 3N estão em fase de conclusão", diz o diretor de Projetos Estratégicos do ministério, Antônio Luitgards Moura. Ele coordena a equipe técnica de engenheiros e fiscais responsáveis pela execução do empreendimento. Ao tomar conhecimento da notícia, o senador Garibaldi Filho cumprimentou o ministro Helder Barbalho pelo desfecho do processo.

“A atuação do ministro Helder Barbalho foi decisiva para que finalmente houvesse a assinatura do contrato. Ele cumpriu o compromisso assumido com os parlamentares do Nordeste de não economizar esforços para que a obra pudesse ser reiniciada o mais rapidamente possível, como ocorrerá na próxima semana”, comentou Garibaldi Filho. O Projeto São Francisco é uma prioridade do Governo Federal, em virtude da crise hídrica que atinge o Nordeste.

A licitação para o trecho 1N foi realizada por meio do Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC) e serviu para contratar nova empresa para substituir a Construtora Mendes Júnior, que antes era responsável por esse trecho da obra. O processo de substituição da Mendes Júnior começou em junho de 2016, depois que a empresa informou o governo federal de sua incapacidade técnica e financeira para concluir os serviços.

O Ministério da Integração explica que a etapa 1N, trecho licitado, é responsável por dar funcionalidade a todo o Eixo Norte da obra, sendo fundamental para garantir a chegada da água do Rio São Francisco aos Estados integrantes do projeto: Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte. O ministério estima que, com a contratação do consórcio vencedor, cerca de 4 mil novos empregos sejam gerados.

Segundo o governo, o Projeto de Integração do Rio São Francisco, composto pelos Eixos Norte e Leste, vai beneficiar mais de 12 milhões de pessoas nos quatro Estados. No Eixo Leste, as águas já atendem Pernambuco e Paraíba.

Transposição das águas do rio São Francisco

SOBRE A OBRA

O Projeto de Integração do Rio São Francisco possui 477 quilômetros de extensão, divididos em eixos Norte e Leste, e beneficiará 12 milhões de pessoas no Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba. Hoje a região de Campina Grande e a cidade de Monteiro (PB), além de Sertânia (PE) já recebem as águas do 'Velho Chico'.

Em abril, o Projeto de Integração do Rio São Francisco alcançou o índice de 86,3% de avanço físico nos dois eixos de obras. Dos 325 quilômetros de canais, 265 já estão concluídos - 139 quilômetros no Eixo Leste e outros 126 no Eixo Norte.

EIXO NORTE

META 1: Vai da captação do Rio São Francisco, no município de Cabrobó (PE), até o reservatório de Jati, em Jati (CE).  A Meta 1N apresenta  92,3% de execução física.  As obras passam pelos municípios de Cabrobó (PE), Terra Nova (PE), Salgueiro (PE), Verdejante (PE) e Penaforte (CE).

META 2
: Começa no reservatório Jati, no município de Jati (CE), e termina no reservatório Boi II, no município de Brejo Santo (CE). A Meta 2N apresenta 98,4% de execução física. Este trecho passa pelos municípios de Jati, Brejo Santo e Mauriti, no estado do Ceará.

META 3: Estende-se do reservatório Boi II, no município de Brejo Santo (CE), até o reservatório Engenheiro Ávidos, no município de Cajazeiras (PB), onde entra na bacia do Piranhas-Açu, que levará água ao RN. A Meta 3 apresenta 98% de execução física. Este trecho passa pelos municípios de Brejo Santo (CE), Mauriti (CE), Barro (CE), Monte Horebe (PB), São José de Piranhas (PB) e Cajazeiras (PB).


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários