Contusões atormentam Pachequinho

Publicação: 2018-03-13 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Sabendo da dificuldade de conquistar o segundo turno do Campeonato Potiguar, a ideia do América é recuperar o aspecto psicológico usando os jogos restantes para ganhar confiança e melhorar e também buscar evoluir o aspecto tático e técnico do grupo que tem apenas o principal objetivo do ano: o acesso à Série C, como meta para não ter mais uma temporada perdida.

Faltando apenas duas rodadas para o término do segundo turno, o América, além de trabalhar no limite e ver o grande rival com as mãos na taça, está tendo de conviver com as lesões dos seus principais nomes. Essa está sendo a principal dificuldade do técnico Pachequinho, que desde que desembarcou na Rodrigues Alves, não conseguiu repetir uma escalação.

O zagueiro Tiago Sala segue no departamento médico e de acordo com o médico alvirrubro, Maeterlink Rêgo, não volta mais a jogar o Campeonato Estadual. Quem também está fora do próximo jogo é o grande nome da equipe, Cascata, com um problema no joelho. A baixa foi confirmada na semana que o time vai enfrentar o Santa Cruz, que tirou o título do primeiro turno das mãos alvirrubra e além disso, não sabe o que é perder para o Alvirrubro.

“As dificuldades que você vai encontrando, você tem que organizar rapidamente e organiza não só no jogo, é na semana. Cada semana tem uma novidade em relação a isso e me chateia bastante porque eu não consigo manter a mesma equipe, a mesma sequência de jogos”, reclamou Pachequinho.

O problema agora também está se concentrando na lateral-esquerda, onde o titular Danilo, um dos principais nomes da equipe, não joga desde o dia 25 de fevereiro, na vitória contra o Baraúnas. Ele foi substituído por Mayk, que também se machucou no jogo contra o ABC, retornou na última partida contra o Assu, quando voltou a sentir a lesão e será submetido a uma ultrassonografia para saber se terá condições de enfrentar o Santa Cruz.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários