COPA DO NE: ABC empata mais uma e fica em situação complicada para avançar

Publicação: 2021-04-07 21:33:00
O ABC  empatou com o 4 de Julho do Piauí, nesta quarta-feira (7), no Frasqueirão. O resultado de 2 a 2 pela Copa do Nordeste foi construído com gols de Alan Pedro e Wallyson. Hiltinho e André empataram para a equipe visitante.  O Alvinegro ficou na quinta colocação e decide a vaga na segunda fase do torneio fora de casa contra o Bahia.

Créditos: Adriano Abreu

O Alvinegro entrou em campo bastante diferente. No ataque Alan Pedro e Vitinho ganharam vaga no time titular. Com isso, William Anicete e Marco Antônio perderam as vagas.

As mudanças deixaram o time potiguar sem um camisa 10 de origem e jogando numa espécie de 4-2-4 ou 4-2-1-3 com uma movimentação maior dos homens de frente. A ideia de Sílvio Criciúma pareceu dar mais força de ataque, mas o meio de campo ficou menos povoado por camisas alvinegras.

Aos 2 minutos Wallyson fez uma grande jogada individual pela direita. O ídolo Alvinegro conseguiu aplicar duas “canetas” em sequência, mas na gira da conclusão chutou fraco e facilitou a vida do goleiro Jaílson. O camisa 1 encaixou a bola e não deu rebote.

Aos 18 minutos o time da casa abriu o marcador. Mais uma boa jogada pela direita do ataque, Netinho foi à linha de fundo e cruzou. O zagueiro Gilmar Bahia errou no corte e deixou a bola limpa para Alan Pedro bater cruzado e fazer o primeiro do ABC.

O time piauiense tinha dificuldade na criação, mas de vez em quando aparecia no ataque aproveitando da marcação distante feita pelo Alvinegro.

Se aproveitando dessa oportunidade o ABC foi para cima em busca do segundo gol ainda na etapa inicial. Aos 27 Maycon Douglas teve essa chance. Vitinho driblou em velocidade pela direita e cruzou voltando para o centro da área. O camisa 7, sozinho, chutou mais grama que bola e facilitou para a defesa do rival.

Mas se não veio com Maycon, o segundo saiu com Wallyson em cobrança de penalidade aos 34 minutos. No lance do pênalti o zagueiro deu bobeira, Alan PEDRO roubou a bola e quando iria marcar sofreu a falta dentro da área aos 33.

Depois do segundo gol o ABC diminuiu um pouco o ritmo e permitiu que o 4 de Julho chegasse por duas oportunidades. Na melhor delas aos 44 obrigou o goleiro Welligton a fazer um milagre saindo nos pés do atacante e garantindo o marcador de 2 a 0 no primeiro tempo.

O segundo tempo mal começou e com 40 segundo de bola rolando o 4 de Julho diminui com um golaço. Hiltinho recebeu na área, dominou no peito e mandou uma “bicicleta” espetacular. A bola ainda tocou na trave antes de entrar.

Preocupado com a perda do meio de campo, Sílvio Criciúma decidiu tirar Maycon Douglas e colocar Júnior Quixadá no time. Na frente William Anicete entrou na vaga de Vitinho.

As mudanças não surtiram efeito de imediato e o time piauiense seguiu ameaçador. Com as linhas avançadas o Alvirrubro chegava sempre com perigo e assustando a zaga abecedista.

Apenas aos 23 minutos e numa cobrança de escanteio o ABC voltou a aparecer com chances de marcar. Quixadá bateu bem pela direita, a bola cruzou toda a área e achou o zagueiro Vinícius Leandro sozinho. O camisa 13 furou de cabeça e perdeu uma grande chance.

Depois dos 30 minutos o ABC recuperou um pouco do controle do jogo e passou a criar as chances para “matar” o jogo nos contra-ataques. Aí o Alvinegro passou a repetir um erro comum na temporada. Perdeu um gol claro atrás do outro. O resultado disso foi que aos 49 minutos, numa recuperação de bola, André recebeu no meio e acertou um chutaço e empatou o jogo em 2 a 2.