Cordeiro em cortes precisos

Publicação: 2017-04-21 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A carne de cordeiro virou ‘must’ no cardápio dos restaurantes mais badalados, mas ainda é difícil de achar com a qualidade necessária para quem deseja comprar e levar pra casa. A Magazzino Vinhos & Cozinha está, desde dezembro passado, investindo na carne saborosa desse popular ovino em suas prateleiras. Entre variados cortes, com o tempero refinado da casa.

Casa adquiriu máquinas de corte e ampliou gama de produtos em versões in natura ou temperadas
Casa adquiriu máquinas de corte e ampliou gama de produtos em versões in natura ou temperadas

A delicatessen de Petrópolis tem a carne de cordeiro fornecida através de uma parceria com a Fazenda Soledade, em Ielmo Marinho, que investe há cinco anos na criação da raça Soinga, um animal criado e desenvolvido no estado, preparado para o clima potiguar semiárido. “É um erro importar raças de países frios, que não se adaptam ao clima quente do Brasil. Quando temos um animal criado para o nosso clima, a qualidade da carne reflete isso”, explica o proprietário Marcelo Chianca.

A carne vai para o Magazzino e lá recebe os cortes e temperos necessários, e depois é embalada a vácuo. Tem as opções já assada, temperada para assar em casa, e a in natura, para quem quiser preparar em casa com todo seu toque pessoal na receita. Cortes: pernil, paleta, carré costela, carne moída, hambúrguer, e o estinco (ou stinco), a canela do cordeiro, bastante usado em receitas italianas. O pernil também pode sair fatiado e desossado.

Costelinha de cordeiro também é preparada no local
Costelinha de cordeiro também é preparada no local

Marcelo Chianca explica que a carne de cordeiro tem gordura, mas não é uma capa de gordura excessiva, como na maioria das carnes. “É muita tenra, saborosa, e não tem nada a ver com aquela história de ser uma carne com cheiro forte, é um mito que a gente esclarece”, diz. Os animais são abatidos aos quatro meses de idade (tendo média de 30kg), sendo uma das causas da maciez da carne. Ele ressalta que pouco sal é colocado na carne, considerando o gosto e a saúde das pessoas. “Usamos muitos ingredientes árabes na hora de temperar, tem a ver com essa carne”, diz.

Padrão
“A gente quer servir e manter um padrão de qualidade tanto no acabamento quanto nos animais trabalhados”, diz Marcelo. Até o momento a Magazzino fornece sua carne de cordeiro para casa renomadas como Buongustaio, Dolce Vita, e A Cozinharia.

Dos vinhos às carnes, Chianca diversifica menu do Magazzino
Dos vinhos às carnes, Chianca diversifica menu do Magazzino

O comerciante adianta que em por volta de três meses a fazenda fornecedora vai pôr em funcionamento a processadora, uma espécie de galpão que reúne todos os processos de  produção da carne, do abate até todo o processo de higiene. O resultado é uma carne de qualidade superior. “O Brasil ainda é muito carente dessa carne, pois é um animal de criação mais difícil, pois é mais vulnerável às doenças que os outros. Por isso devemos manter um padrão impecável de produção”, conclui.

Serviço:

Magazzino Vinhos & Comida. Rua
Potengi, 576, Petrópolis. Tel.: 3212-1477.


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários