Covid ultrapassa marca de 1 milhão de mortos no mundo

Publicação: 2020-09-28 22:34:00
Nove meses após a primeira morte, o mundo ultrpassou hoje (28) a marca de 1 milhão de mortes por covid-19. A pandemia, que começou na China, provavelmente em dezembro do ano passado, já deixou 33,2 milhões de infectados em todo o planeta.

Créditos: Reprodução/Johns Hopkiss Whiting School of Engineering

O chefe do programa de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan, disse ontem que o número oficial de mortos por covid no mundo é apenas uma fração da realidade. "Os números relatados atualmente representam, provavelmente, uma subavaliação das pessoas que contraíram covid ou morreram em decorrência da doença", afirmou. "Posso garantir que o números verdadeiros são maiores." Há estimativas de que ele possa estar hoje em 2 milhões.

Em nove meses, o coronavírus já viajou por 188 países - oficialmente. Em apenas 12 não há registros de casos. Algumas ilhas isoladas do Pacífico foram poupadas, como Palau, Nauru, Tonga e Vanuatu. Em outros dois países - Coreia do Norte e Turcomenistão -, os governos autoritários simplesmente não divulgaram dados.

A marca de hoje foi alcançada no momento em que várias partes do mundo emitem alertas de uma segunda onda de contaminações, especialmente na Europa, que vem adotando medidas de isolamento cada vez mais restritivas.