Cozinha nikkei em novo endereço

Publicação: 2017-09-22 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
O restaurante Hamachi levou seu conceito de cozinha 'nikkei' – misto de culinárias peruana e japonesa – para ambientar e também dar mais sabor à 4ª edição da mostra de design e decoração CasaCor RN, que ficará aberta até o dia 29 de outubro no Aeroclube, Tirol. Além do espaço  projetado pela arquiteta Maria Luísa Negreiros, a casa levou uma versão mais enxuta de seu menu para o evento – com direito a algumas novidades. Para ver e também saborear.

Hamaki ocupa espaço de restaurante temporário na 4ª edição da CasaCor RN, localizada no AeroClube. O conceito destaca a madeira de reflorestamento e a palha
Hamaki ocupa espaço de restaurante temporário na 4ª edição da CasaCor RN, localizada no AeroClube. O conceito destaca a madeira de reflorestamento e a palha

O Hamachi da CasaCor tem iluminação baixa e acolhedora, com charmosos elementos trabalhados em madeira de reflorestamento, a começar pelo painel da fachada. “A arquiteta conseguiu captar o conceito do Hamachi, com nosso estilo moderno e ao mesmo tempo sóbrio e aconchegante. O mesmo que mantemos na casa de Ponta Negra”, afirma Heitor Almeida, um dos sócios do restaurante. Esse ambiente comporta cerca de 70 pessoas.

Para o restaurante temporário, foi levado um cardápio mais enxuto que o original, com algumas novidades inseridas. Nas entradas tem tartare de salmão, tempura de camarões e anéis de lula, bikkuri (shimeji, saquê e cebolinha), sunomono de lichia, salada de quinoa crocante com frutas e brotos, e a causita criola, clássico peruano em três versões.

Os tiraditos, que misturam frutos do mar, cortes japoneses e temperos peruanos, estão nas opções 'thai' (lâminas de salmão e teriyaki), fuego cruzado (lâminas de peixe branco com mix de pimentas peruanas), 'pulpo al olivo' (lâminas de polvo com creme de azeitonas, pimenta e coentro), e 'inca' (lâminas de atum finalizadas com ovas de massago e molho do chef).

Os clássicos ceviches, patrimônio peruano, estão nas versões clássica (com peixe branco, milho, alface, cebola, coentro, ajis, limão), mediterrâneo (polvo, lula, camarão), e nazca (peixe, camarão e coentro). Na seção de pratos quentes, iguarias como arroz negro a la criola (com camarões e vinagrete peruano), lomo saltado (filé à moda peruana), pescado thai (peixe marinado no suco de limão, mais um mix de quinoas), e pulpo borracho (polvo grelhado e flambado no pisco com missô de soja, gengibre e amêndoas torradas).

Para os fãs da culinária japonesa “sem misturas”, o Hamachi trouxe uma boa variedade temakis, sete cortes de sashimis (atum, salmão, peixe branco, polvo, salmão toro e negro), niguiris e gunkans, rolls e joy (quatro peças), e hot sushis. Como sobremesa, um suspiro de limeña (manjar de leite, redução de frutas vermelhas, chantilly e castanha) e o petit gateau 'de la casa' (com churros e sorvete).

Heitor Almeida afirma que o Hamachi tem planos de abrir uma filial em 2018. Para 2017, ele adianta que o grupo abrirá o boteco estilizado Curió, também em Ponta Negra, cheio de referências de botequins variados.

Serviço
Hamachi CasaCor. No Aeroclube, Av. Hermes da Fonseca, 1296, Tirol. De terça a domingo, das 16 às 22h. Entrada: R$40 (inteira).


continuar lendo



Deixe seu comentário!

Comentários