Crea critica falta de plano unificado

Publicação: 2019-04-23 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A falta de um plano unificado de gestão das barragens e de outras grandes obras controladas pelo Estado vem sendo criticada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). De acordo com a diretora Ana Adalgisa, após o rompimento da barragem na cidade de Brumadinho, em Minas Gerais, o CREA-RN criou uma comissão de trabalho para atuar na fiscalização das barragens do Estado.

Autoridades locais se reuniram com representantes da Defesa Civil Nacional na tarde de ontem
Autoridades locais se reuniram com representantes da Defesa Civil Nacional na tarde de ontem

Até o momento, 10 barragens foram fiscalizadas visualmente pelos engenheiros do Conselho, que pretende apresentar os resultados às autoridades governamentais. "De maneira geral, como está acontecendo com várias infraestruturas do estado, há falta de um plano de manutenção para as grandes obras. A sociedade precisa iniciar uma discussão para solicitar essas manutenções, porque não adianta um estado com tão poucos recursos construir novas estruturas se não consegue nem manter as antigas”, afirma a diretora.

Ao longo do fim de semana, a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do RN (Emparn) registrou chuvas intensas em muitas cidades do interior potiguar, em especial na região central. Em Currais Novos, onde foi registrado o maior volume, foram 174,8 milímetros. Na cidade, a chuva foi suficiente para garantir uma recarga de quase 30% ao açude Dourado, que estava seco há 17 meses.

Em Santana do Matos, onde aconteceu o rompimento das barragens, 139,5 milímetros de chuva foram registrados pela Emparn. Outras cidades como Cerro Corá, Acari, Equador e Ouro Branco também registraram chuvas superiores aos 80 milímetros.

Confira os reservatórios com 100% da capacidade preenchida que estão sendo monitorados pela Defesa Civil:
Encanto – 5.192.538 m³

Riacho da Cruz 2 – 9.604.200 m³

Mendubim (Assú) – 76.349.500 m³

Beldroega (Paraú) – 15.017.520 m³

Pataxó (Ipanguaçu) – 15.017.370 m³

Lagoa do Boqueirão (Touros) – 11.074.800 m³

São Miguel 2

Vavá 2










continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários