Cremern entra na Justiça contra o Estado devido a problemas no Walfredo Gurgel

Publicação: 2012-06-21 10:39:00 | Comentários: 3
A+ A-
Isaac Lira - repórter

O Conselho Regional de Medicina entrou com uma ação civil pública contra o Governo do Estado na Justiça Federal por conta do caos do Hospital Walfredo Gurgel. Segundo o presidente do Cremern, Jeancarlo Fernandes, o processo é resultado da falta de solução para os problemas do hospital. "Antes tínhamos problemas pontuais em alguns setores e hoje nós temos a falência de muitos setores", diz Jeancarlo Fernandes.

Na ação, o Cremern pede a reestruturação de vários setores, sob pena de multa pessoal de R$ 20 mil para a governadora Rosalba Ciarlini. Além disso, a ação solicita uma indenização por “dano moral coletivo” de R$ 1 milhão destinada ao Fundo de Saúde.

continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários

  • fco.fabio.med

    Será que essa punição será pelo menos lembrada por alguma representante da justiça? logo agora que a câmara aprovou reajuste salarial para toda corte(juiz, promotor,etc.) do poder judiciário. Não esqueçamos que vivemos no país da impunidade e da incoerência. Coitado do nosso Brasil.

  • pemjss

    Pra Copa do Mundo a governadora vive andando pra cima e pra baixo atrás de dinheiro, milhares de reais. Mas para o Hospital Walfredo Gurgel, que há anos está na UTI, nada é investido. Ela quando fica doente deve ir para o Sírio Libanês que é a moda dos políticos agora, começando pela prefeita de Natal. As duas vieram mesmo para destruir nosso Estado. Isso só vai mudar quando nosso povo souber votar. Enquanto isso não acontecer esse quadro sinistro vai permanecer. A Câmara Municipal tem que ser renovada com urgência. Ali tem um monte de vereador sem compromisso com o povo.

  • ryckmiranda

    Isso é pouco! Na verdade a saúde do RN sempre esteve assim, só que agora pior com essa administração capenga que temos. Infelizmente estamos jogado as baratas enquanto ela posa de boa samaritana na TV. Agora DUVIDO que se essa banda podre alguém precisar de serviços médico pra onde correm? Para rede pública é que não é. Quem nunca foi no Walfredo, Santa Catarina ou Maria Alice Fernandes deveria visitar para conferir de perto o caos e ter a certeza de que essas propagandas não passam de "propaganda enganosa".