Cresce o endividamento

Publicação: 2019-06-12 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Luiz Antônio Felipe
laf@tribunadonorte.com.br

Sobe pela quinta vez consecutiva o percentual de famílias brasileiras endividadas, mostra pesquisa de maio da Confederação Nacional do Comércio (CNC). Os dados são coletados em todas as capitais dos Estados e no DF, com cerca de 18 mil consumidores. Piorando cada vez mais, o endividamento alcança 63,4% das famílias. Apesar da alta do percentual de endividados, a pesquisa também identificou estabilidade quanto ao comprometimento médio de renda com o pagamento de dívidas e queda no percentual de famílias que se consideram muito endividadas. No geral, os dados demonstram maior confiança das famílias em relação à sua capacidade de pagamento, na comparação anual.

Indústria
De acordo como o IBGE, a produção industrial sobe em 10 de 15 locais pesquisados em abril ante março. O Estado de São Paulo, maior parque industrial do País, teve avanço de 2,4%. Os demais aumentos ocorreram em Pernambuco (8,3%), Bahia (7,4%), Região Nordeste (6,1%), Mato Grosso (5,1%),  Ceará (7%) e Rio Grande do Sul (2,3%).

Agronegócio
A safra de grãos do País deve chegar aos 238,9 milhões de toneladas. Já a média diária de exportações brasileiras de milho em junho é 222% maior do que ano passado, uma demonstração da pujança do agronegócio nacional. A produção e a exportação de milho e soja estão em franca expansão.

Marcha à ré
A produtividade do trabalho no País recua 1,1% no primeiro trimestre. O pesquisador Fernando Veloso, do Ibre, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), diz que a migração para a informalidade pesa na queda da taxa. Tudo isso acontece em meio a um cenário de perda de força da atividade econômica. As horas trabalhadas estão subindo, mas não estão gerando produto na mesma proporção.

Corte
O governo reduz previsão de investimentos nos projetos de infraestrutura. A previsão recuou de R$ 1,6 trilhão para R$ 1,4 trilhão. Os analistas afirmam que o cenário de incertezas de hoje deve adiar as aplicações para o ano que vem.

Infraestrutura exige mais
O Brasil é carente em infraestrutura e a sua modernização exigirá investimentos equivalentes a 4,15% do PIB ao ano. Com os recursos públicos minguando, a iniciativa privada poderia assumir grande parte dos investimentos. Há poucos dias, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou o documento “Privatizações na Infraestrutura: o que falta fazer?”, que lista as medidas prioritárias para o avanço do país nas áreas de transporte, mobilidade urbana, energia, saneamento e telecomunicações.

Recursos
O caminho para a modernização da infraestrutura no Brasil é longo, diz o documento. Demandará um esforço de duas décadas e investimentos pelo menos duas vezes maiores que os atuais R$ 132 bilhões, que correspondem a 2% do PIB nacional. É preciso alcançar os aportes na área para um patamar mínimo de 4,15% do PIB, o equivalente a R$ 274 bilhões.

Lançamento
O novo cartão Construcard será lançado hoje pela Caixa Econômica em parceria com a Fecomércio RN. Totalmente reformulado o Construcard será detalhado durante almoço com empresários do segmento do comércio varejista de materiais de construção, na sede da Federação. A linha de crédito será apresentada pelo corpo técnico da CEF.

Capitalização
Em quatro meses, a receita global do setor de Títulos de Capitalização, produtos que oferecem soluções de negócios com sorteios para pessoas físicas e jurídicas, atingiu R$ 7,4 bilhões, crescimento de 9,8% em comparação aos meses de janeiro a abril de 2018. A distribuição de prêmios cresceu 2,3%, em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado, atingindo o montante de R$ 381 milhões  em dinheiro.

Serviço
O Itaú Unibanco libera a compra de dólar e euro por aplicativo. Os clientes podem travar o valor quando a cotação estiver favorável pela compra no app e retirar a moeda em espécie em até cinco dias úteis na agência de sua preferência. O serviço funciona 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana, garantindo a taxa de câmbio do momento. A retirada das notas precisa ser feita em até cinco dias úteis.

Certificação
O laboratório da Emparn recebe mais um certificado de excelência do Programa de Análise de Qualidade de Laboratórios de Fertilidade/Embrapa Solos, o PAQLF/ 2019, em reconhecimento à qualidade das análises realizadas. O certificado comprova o comprometimento do laboratório  ao longo do último exercício interlaboratorial.






continuar lendo


Deixe seu comentário!

Comentários