Natal
Criança morre atropelada na estrada da Redinha
Publicado: 17:47:00 - 27/02/2011 Atualizado: 08:27:44 - 28/02/2011
A garota Maria Taíse de Carvalho, 11 anos, morreu na tarde deste domingo (27) após ser atingida por um veículo desgovernado, na estrada da Redinha, zona norte de Natal. Além da menina, seu pai, José Ronaldo Marques de Carvalho, 33 anos, e sua madrasta Rosimeiri Silva da Conceição, 22 anos, também foram colhidas pelo GM Celta, de cor prata, e foram socorridas por uma ambulância do Samu para o Hospital Sana Catarina, na mesma região da capital. O pai está inconciente e ainda vai fazer uma tomografia, e a mulher passou por uma cirurgia no toráx. A família mora em Pajuçara. O acidente ocorreu por volta das 16h.

Celta atingiu três pessoas matando uma criançaTambém foram socorridos os passageiros do veículo, quatro pessoas ao todo, da mesma família, mas todos passam bem. A Polícia Militar foi acionada porque a população ameaçou linchar o condutor do Celta, o comerciante Rodrigo Silva Reis, 30 anos.  Lindemberg Richarlison da Silva, 26 anos, testemunha que trafegava na mesma rodovia quando o Celta o ultrapassou. Na delegacia, a testemunha sustentou a versão de que o motorista do Celta dirigia em alta velocidade. Os dois pedestres que vinham com a criança morta no local foram levadas ao Hospital Santa Catarina em estado grave, segundo os policiais que estavam no local. Ainda de acordo com a testemunha, enquanto o comerciante tentava mais uma ultrapassagem pelo lado direito o carro [GM Celta] acabou perdendo o controle da direção na areia do acostamento e acabou batendo a traseira do Celta. Em seguida o carro capotou duas vezes.

No carro, viajavam a esposa do comerciante, Juliana Inácio da Rocha, grávida de quatro meses e as crianças Rafaela da Costa Silva e  Lucas Inácio Mateus, 10 e 3 anos de idade respectivamente. Policiais do 4º Batalhão da Polícia Militar atenderam à ocorrência. O sargento
Euclides Bezerra da Silva Filho e os soldados Marcolino e Nascimento foram os primeiros a chegar ao local e conter a pequena multidão que manifestava interesse em linchar o motorista.

Rodrigo Reis afirmou que havia saído na noite do sábado para uma festa na casa de um amigo, onde ingeriu bebida alcoólica,. Mas negou que houvesse bebido neste sábado, na casa de um amigo. O comerciante se recusou a fazer o teste de bafômetro e acabou sendo preso e conduzido à 13ª DP da Redinha. O sargento PM Rodrigo disse "ele estava visivelmente embriagado" por isso solicitamos o bafômetro para o teste.

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte