Criciúma classifica atuação do ABC como dentro do padrão

Publicação: 2021-03-06 00:00:00
O treinador Sílvio Criciúma, embora não tenha ficado totalmente satisfeito com o empate diante do Força e Luz, ressaltou que o ABC fez o que pôde dentro de campo e que dada as circunstância de ter de atuar com um jogador a menos a partir dos 30 minutos do primeiro tempo, o rendimento da equipe foi apontado como dentro do padrão.

Créditos: Comunicação do ABCJogadores deram sequência ao trabalho visando o Santa Cruz-PEJogadores deram sequência ao trabalho visando o Santa Cruz-PE

Com o empate, o ABC deixou o rival América largado na liderança da Copa Cidade do Natal e agora terá de torcer por um tropeço alvirrubro ou então tirar a diferença de pontos entre os clube e ainda abrir um ponto de vantagem, com uma vitória no clássico, previsto para ocorrer na quinta rodada, mas que ainda não teve a data definida pelo departamento técnico da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF). Criciúma classificou a expulsão como determinante para o que se viu dentro do confronto da última quinta-feira, no Frasqueirão. 

“A expulsão foi um item definidor para o desempenho do ABC, perdemos um atleta aos 30 do primeiro tempo. No segundo tempo ocorreu uma compensação, nós chegamos a criar três boas oportunidades de gol, criamos outras que pecamos no último passe. O importante é que o time mostrou segurança, o jogo fica muito desnivelado com menos um. Mesmo com um a mais o adversário não quis propor o jogo. Mas custamos a entrar na partida, no primeiro tempo, não fizemos um bom jogo. Num todo podemos dizer que conseguimos fazer o esperado”, afirmou.

Na visão do técnico alvinegro, a equipe que acabou sendo surpreendida pelo estilo de jogo apresentado pelo adversário, teve um princípio de partida muito ruim e acabou sendo dominada pelo Força e Luz. 

“Quando o ABC conseguiu entrar no jogo,veio a expulsão. O Força e Luz é uma equipe de qualidade e não tomar um gol no primeiro tempo foi fundamental para o ABC. Não tivemos vitória, alguns atletas se desgastaram acima da média”

Neste domingo o clube potiguar fará sua segunda partida pela Copa do Nordeste. O ABC vai até o Recife, enfrentar o Santa Cruz no estádio do Arruda. A equipe pernambucana vem de derrota e terá de recuperar os pontos perdidos na estreia contra o Vitória. Criciúma disse que alguns atletas se esforçaram além da conta, mas por enquanto não acena com modificações no time, que vem de dois empates consecutivos. 

“Temos de viver um dia de cada vez, ver o desgaste do atleta e ainda temos a questão da covid. Temos de levar em consideração tudo isso antes de definir a equipe agora. Por sinal foi isso que motivou a formação do elenco com jogadores, basicamente, como o mesmo potencial para cada posição do campo.

Vamos observar o grupo, recuperar os atletas e saber as condições de cada um. Os empates são decorrentes, enfrentamos um Ceará, embora modificado, mas muito forte para os nossos padrões, largamos na frente e sofremos o empate. Diante do Força e Luz não conseguimos sustentar a vantagem para utilizar dentro do jogo. Nós sempre iremos brigar pela vitória, o empate faz parte do futebol e não é isso que irá me fazer modificar o grupo”, disse.