Cookie Consent
Brasil
'Crise será transformada em grande oportunidade', diz nova presidente da Caixa
Publicado: 00:00:00 - 06/07/2022 Atualizado: 22:20:58 - 05/07/2022
A nova presidente da Caixa Econômica Federal, Daniella Marques, mostrou confiança nesta terça-feira (5,) de que a crise pela qual passa o banco público será superada. Nomeada após a exoneração a pedido do ex-presidente Pedro Guimarães, alvo de denúncias de assédio sexual e moral, Daniella garantiu que a "crise" será transformada em "grande oportunidade" para que se "proteja e promova as mulheres". Ela citou ainda o slogan da Caixa, "o banco de todos os brasileiros", e afirmou que agora será também "a mãe de todas as causas das mulheres do Brasil."

Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Daniella Marques é a nova presidente da Caixa

Daniella Marques é a nova presidente da Caixa


A economista anunciou a criação do "Diálogo Seguro Caixa", um canal exclusivo para funcionárias do banco. "Vai ser um canal diretamente comigo. Todas as mulheres e empregadas da Caixa poderão ser acolhidas, ouvidas e protegidas", disse em coletiva de imprensa após a cerimônia de posse, que foi fechada. O canal, que será lançado nos próximos 30 dias, é uma resposta à crise envolvendo Pedro Guimarães, que deixou a presidência do banco após denúncias de assédio sexual e moral, investigadas pelo Ministério Público.

Danielle também afirmou que as políticas de integridade, governança e prevenção a assédio serão revisadas. "Vamos atuar para proteger mulheres e fortalecer políticas de combate ao assédio." Segundo ela, dois vice-presidentes da instituição já pediram afastamento. Foram afastados um chefe de gabinete e cinco consultores estratégicos. Ela anunciou que os 26 consultores serão trocados. "Todos serão afastados, não necessariamente por envolvimento com o episódio. O que tinha de ser feito ligado ao episódio já foi feito. Estou desenhando estrutura que atende ao meu modelo de gestão, gosto de gestão descentralizada."

Por enquanto, ela só anunciou três novos nomes: a ex-secretária de Gestão Corporativa do Ministério da Economia, Danielle Calazans; o ex-coordenador da Empresa Gestora de Ativos, Alexandre Mota; e a ex-subsecretária de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas, Empreendedorismo e Artesanato, Caroline Busatto.

A nova presidente da Caixa também afirmou que quer fortalecer políticas de estímulo ao empreendedorismo feminino. "Não é possível que a mulher tenha 80% das decisões de consumo e só 20% do acesso ao crédito. Queremos apoiar e promover mulheres em todas as dimensões."

A cerimônia de posse de Daniella Marques ocorreu a portas fechadas na sede da Caixa Cultural, mas trechos dos discursos foram transmitidos ao vivo nas redes sociais pela deputada federal Bia Kicis (PL-DF). Ao reforçar declarações anteriores, Daniella garantiu que "vai atuar com afinco" para proteger as mulheres e prometeu um melhor ambiente de trabalho aos funcionários. 

"Vou dialogar com a Febraban, com outros setores da sociedade. Convidar a todos que se juntem a nós nessa causa. Uma em cada quatro mulheres ainda é vítima de violência, boa parte delas porque não tem condição de subsistência", ressaltou. "Hoje a gente começa a escrever novo capítulo nesses 161 anos de história". Em seguida, porém, o presidente Jair Bolsonaro negou que haja uma nova fase na Caixa. "Não começa nova era na Caixa, a Caixa continua", destacou. Daniella Marques apresentou na última sexta-feira (1) um plano de ação para reverter a atual crise do banco. Segundo ela, a partir desta quarta-feira começarão as reuniões com as vice-presidentes da Caixa para definir o foco de atuação comercial. 

Leia também

Plantão de Notícias

Baixe Grátis o App Tribuna do Norte

Jornal Impresso

Edição do dia:
Edição do Dia - Jornal Tribuna do Norte